Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.632,92
    -168,08 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.134,93
    -60,47 (-0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,15
    +0,06 (+0,09%)
     
  • OURO

    1.802,60
    -6,30 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    40.338,51
    +963,50 (+2,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    994,00
    +18,11 (+1,86%)
     
  • S&P500

    4.429,10
    +26,44 (+0,60%)
     
  • DOW JONES

    35.064,25
    +271,55 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.091,09
    -113,60 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    27.744,24
    +16,14 (+0,06%)
     
  • NASDAQ

    15.159,75
    -8,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2044
    -0,0038 (-0,06%)
     

Variante Gamma da covid-19 é predominante na Argentina

·2 minuto de leitura
Trabalhador de saúde coleta amostra com um swab para teste de PCR para o coronavírus, em Buenos Aires, 28 de maio de 2021

A variante Gamma, identificada pela primeira vez no Brasil, é a predominante na Argentina, segundo o último relatório de vigilância genômica do vírus Sars-COV-2, causador da covid-19, informou o ministério da Saúde nesta quarta-feira (23).

"Na Argentina predomina a circulação da variante Gamma, originalmente identificada em Manaus. Em todas as regiões do país são mais prevalentes as variantes de preocupação do que as que não são de preocupação", informou o ministério em um comunicado.

As autoridades chegaram a esta conclusão a partir da análise de 1.077 amostras que testaram positivo para a covid e sem antecedentes de viagens ao exterior, realizada pelo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (INEI-ANLIS).

"As variantes mais prevalentes em todas as regiões do país são Gamma (Manaus) com 41%, Lambda (Andina) com 14%, e a variante Alpha (identificada no Reino Unido) com 11%", informou o ministério em um boletim.

A pasta acrescentou que "a partir da análise das últimas semanas epidemiológicas se depreende que em todo o país mais de 90% correspondem a variantes de preocupação".

Enquanto isso, a variante Gamma também predomina entre os viajantes que testaram positivo ao entrar na Argentina, de acordo com o sequenciamento genético de 248 amostras.

A variante Gamma foi detectada em 89 viajantes procedentes de México, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia e Paraguai.

Em 55 casos sequenciados de viajantes procedentes de Estados Unidos, México, Espanha, Bangladesh, Panamá e Paraguai, foi isolada a variante Alpha.

Foi registrado, ainda, um único caso da variante Beta (identificada na África do Sul) em um viajante procedente da Espanha e em três passageiros foi identificada a variante Delta, originada na Índia.

A Argentina supera os 4,3 milhões de contágios e soma quase 91.000 mortes pelo coronavírus em um país de 45 milhões de habitantes, onde 18,8 milhões de pessoas (42%) receberam ao menos uma dose da vacina anticovid e entre eles 3,7 milhões estão completamente imunizadas.

ls/lda/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos