Mercado abrirá em 7 h 14 min
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,46
    +0,16 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.752,30
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    44.155,82
    +298,41 (+0,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.102,45
    -6,47 (-0,58%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.488,04
    -22,94 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    30.238,84
    +599,44 (+2,02%)
     
  • NASDAQ

    15.273,50
    -30,00 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2240
    -0,0010 (-0,02%)
     

Variante Delta é responsável por mais internações do que a Alfa, diz novo estudo

·1 minuto de leitura

Infectados pela variante Delta da COVID-19 têm mais chances de serem hospitalizados do que aqueles contaminados pela Alfa, segundo um novo estudo. Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, fizeram a comparação com base em dados de idade, sexo, etnia, região, estado de vacinação e data do teste positivo.

Ao analisar as informações, então, os pesquisadores descobriram que o risco de internação hospitalar era 1,45 vez maior em pessoas que foram diagnosticadas com a COVID-19 provocada pela variante Delta, em comparação com a Alfa. Foram analisados os dados de 43.338 pessoas contaminadas por ambas as cepas entre 29 de março e 23 de maio deste ano.

<em>Imagem: Reprodução/Chalabala/Envato Elements</em>
Imagem: Reprodução/Chalabala/Envato Elements

Ainda de acordo com o estudo cerca de 74% dos casos foram de pessoas que não se vacinaram, enquanto 24% foram daqueles que receberam somente uma dose, e somente 2% foram de pessoas que se imunizaram com as duas doses de alguma vacina contra o coronavírus. Estudos anteriores já mostraram que as variantes Delta, que se originou na Índia, e a Alfa, que surgiu no Reino Unido, são mais contagiosas, consequentemente levando mais pessoas aos hospitais.

Outras pesquisas feitas anteriormente mostram também que as vacinas contra a COVID-19 disponíveis são altamente eficazes contra infecções sintomáticas das duas variantes, sendo ainda mais benéficas se a imunização já está completa, seja com as duas doses ou com vacina de dose única. O estudo atual, então, comprova que infectados pela variante Delta têm mais chances de hospitalização, principalmente se não foram imunizados ou se tomaram apenas a primeira dose.

O estudo foi publicado na revista científica The Lancet.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos