Mercado abrirá em 2 h 11 min
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,02
    -0,19 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.842,40
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    30.282,41
    +1.119,69 (+3,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    676,10
    +23,87 (+3,66%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.435,53
    +132,79 (+1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    12.053,50
    +175,25 (+1,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1807
    -0,0381 (-0,73%)
     

Variante Ômicron causa covid longa?

·2 min de leitura

A variante Ômicron tem despertado uma série de questionamentos por parte dos cientistas. Um deles é se a nova cepa poderia causar a temida covid longa, que em outros momentos da pandemia já chegou a ser associada a 200 sintomas.

Apesar de já contar com uma sublinhagem, a Ômicron ainda é muito recente para que a ciência tenha uma conclusão a respeito de sua relação com a covid longa. Por enquanto, o que se sabe é que a variante tem uma alta transmissibilidade, ainda que os pacientes demonstrem sintomas mais leves, em comparação com outras cepas que já se destacaram em meio à pandemia.

Embora os especialistas apontem que a Ômicron traz uma forma menos grave da covid-19, os sintomas básicos são semelhantes à infecção com outras variantes. Com isso, a estimativa é que os efeitos a longo prazo também possam ser parecidos.

“Devemos estar sempre cientes de que, quando as pessoas contraem infecção sintomática, cerca de 10% a 30% das pessoas continuarão a ter persistência dos sintomas. A covid longa pode acontecer, não importa qual variante do vírus ocorra. Não há evidências de que haja alguma diferença entre Delta ou Beta, ou agora Ômicron", opina Anthony Fauci, conselheiro médico chefe do presidente dos Estados Unidos, em uma entrevista ao Spectrum News.

Ciência questiona se variante Ômicron pode causar covid longa (Imagem: photocreo/Envato)
Ciência questiona se variante Ômicron pode causar covid longa (Imagem: photocreo/Envato)

Em entrevista ao Healthline, o virologista Andrew Catchpole afirmou que, embora a Ômicron pareça ser mais infecciosa, essa característica não está ligada a uma maior probabilidade de covid longa. “Em média, as infecções de Ômicron são menos graves do que o que foi visto com outras variantes ou a cepa original, portanto esperamos que a proporção de casos de covid longa seja menor".

Um estudo publicado na plataforma MedRxiv já chegou a descobrir que as pessoas que receberam pelo menos uma dose de uma vacina contra covid-19 têm sete a 10 vezes menos probabilidade de relatar dois ou mais sintomas a longo prazo (12 a 20 semanas).

No mesmo caminho, um estudo publicado na revista The Lancet Infectious Diseases apontou que as pessoas que receberam duas doses de vacina e contraíram infecções inesperadas tiveram metade da probabilidade de relatar sintomas de longa duração.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos