Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,30
    +0,69 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.794,90
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    37.235,52
    +187,98 (+0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    842,65
    +23,15 (+2,82%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.553,75
    +383,45 (+1,47%)
     
  • NASDAQ

    14.098,00
    +111,25 (+0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0236
    -0,0004 (-0,01%)
     

Varejo britânico cresce em novembro com impulso antecipado de Natal

·1 min de leitura
Shopping em Londres, Reino Unido

Por David Milliken e Andy Bruce

LONDRES (Reuters) - As vendas no varejo britânico aumentaram mais rapidamente do que o esperado no mês passado, ajudadas por descontos da Black Friday, compras antecipadas de Natal e ausência de restrições à circulação de pessoas que no ano passado fecharam muitas lojas, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira.

Os volumes de vendas no varejo aumentaram 1,4% em novembro em uma base com ajuste sazonal, com alta de 4,7% sobre um ano antes, quando lojas não essenciais foram fechadas ao público, disse o Escritório de Estatísticas Nacionais.

Economistas ouvidos pela Reuters previam, em média, que o volume de vendas aumentaria 0,8% no mês e 4,2% frente a novembro de 2020. As vendas de outubro também foram revisadas para cima.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos