Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,91 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,62 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    +2,79 (+2,68%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    21.299,10
    +161,29 (+0,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,32 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,19 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,72 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    +395,25 (+3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Varíola dos macacos: com novo registro no MS, Brasil já tem 4 casos suspeitos

A varíola dos macacos pode já estar no Brasil. Com um novo registro no Mato Grosso do Sul informado nesta terça (31), subiu para 4 o número de casos suspeitos no país. De acordo com a Secretária Estadual de Saúde (SES), o paciente em questão é um jovem boliviano de 16 anos, que procurou atendimento médico no município de Corumbá (MS).

O paciente, atualmente internado e isolado, está com lesões avermelhadas espalhadas pelo corpo, boca, região genital, couro cabeludo e tórax. Outros sintomas envolvem febre alta (38,5 ºC), ínguas na cervical, axilas e virilha e rupturas de lesões na região peniana, mãos e pés.

A família relatou que não houve contato com ninguém que tivesse sintomas semelhantes. O adolescente passou por atendimento no Pronto Socorro de Corumbá, no domingo (29), e foi internado na Santa Casa na segunda-feira (30).

Segundo a SES, foram solicitados diversos exames para que o caso fosse devidamente investigado e para que se possa descartar doenças como varicela, herpes zoster, sarampo, zika, dengue, herpes simples, infecções bacterianas da pele, infecção gonocócica disseminada, sífilis primária ou secundária, cancroide, linfogranuloma venéreo, granuloma inguinal, molusco contagioso (poxvirus) ou reação alérgica.

Casos suspeitos de varíola dos macacos no Brasil

Vírus da varíola (Imagem: CDC/Unsplash)
Vírus da varíola (Imagem: CDC/Unsplash)

Na segunda (30), o Ministério da Saúde apontou os primeiros casos suspeitos da varíola dos macacos (monkeypox) no Brasil: um do Ceará e outro de Santa Catarina. Os indivíduos seguem isolados e em recuperação, monitorados pelas equipes de vigilância em saúde. Além disso, conforme afirma a pasta, a investigação dos casos está em andamento e será feita coleta para análise laboratorial.

Posteriormente, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS Nacional) anunciou que passou a monitorar um paciente em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, suspeito de varíola dos macacos. Trata-se de um homem que recentemente viajou para Portugal, onde possivelmente foi infectado. Até o momento, não há casos confirmados.

Os sintomas iniciais da varíola dos macacos são febre, dor de cabeça, nas costas ou muscular, erupções na pele e perda da força física.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos