Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.681,50
    +307,63 (+0,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.378,99
    -594,28 (-1,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,76
    +1,94 (+2,31%)
     
  • OURO

    1.815,20
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    41.734,50
    -541,31 (-1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    993,96
    -15,43 (-1,53%)
     
  • S&P500

    4.598,74
    -64,11 (-1,37%)
     
  • DOW JONES

    35.484,89
    -426,92 (-1,19%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.290,00
    -305,75 (-1,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2993
    +0,0055 (+0,09%)
     

Vanguard abre o caminho para petrolíferas em fundos ESG

·3 min de leitura

(Bloomberg) -- Vanguard Group vai começar a oferecer fundos ESG de gestão ativa na Europa, trazendo empresas de combustíveis fósseis com planos de descarbonização respeitáveis para seu mix de fundos de sustentabilidade.

Most Read from Bloomberg

Segundo essa gigante com US$ 8,4 trilhões em ativos sob gestão, os novos fundos vão excluir investimentos em companhias que causam “impacto negativo na sociedade”. No entanto, os fundos de gestão ativa usarão uma abordagem de exclusão mais flexível do que os produtos passivos da Vanguard, afirmou Fong Yee Chan, chefe da estratégia ESG (sigla em inglês para questões ambientais, sociais e de governança) da gestora na Europa, em entrevista na quarta-feira.

Até agora, os fundos do Vanguard focados em temas ambientais, sociais e de governança tiveram gestão quase exclusivamente passiva, com produtos que acompanham índices que excluem, por exemplo, as produtoras de petróleo e gás. A expansão para fundos ESG de gestão ativa é mais um sinal de que as maiores gestoras de recursos do planeta buscam novas maneiras de atrair clientes ávidos por exposição a produtos sustentáveis que ofereçam retorno decente. O mercado ESG deve ultrapassar US$ 50 trilhões em 2025, segundo previsão da Bloomberg Intelligence, representando aproximadamente um terço do total de ativos globais.

Os fundos ESG de gestão ativa da Vanguard terão exposição somente a ações de companhias de combustíveis fósseis com planos de transição energética bem elaborados e metas baseadas em ciência para a redução das emissões de carbono, explicou Andrew Surrey, um executivo da instituição em Londres. Já os fundos passivos da Vanguard têm políticas de exclusão rigorosas que proíbem o investimento em empresas de energia não renovável, por exemplo.

Os quatro fundos de sustentabilidade da Vanguard serão administrados pela Wellington Management Company, que tem sede nos EUA e mais de US$ 1 trilhão sob gestão, de acordo com um comunicado. Embora algumas exposições a combustíveis fósseis sejam permitidas, os fundos excluirão atividades como a extração de carvão térmico e areias betuminosas.

Três dos fundos, componentes da linha The Vanguard SustainableLife, farão alocações de acordo com uma filosofia “rigorosa” que leva em consideração as características ESG de uma empresa, bem como sua capacidade de geração de retorno financeiro.

Os fundos vão buscar se envolver nas “questões ESG importantes” das companhias em que investem e têm “boas práticas de governança“ como pré-condição para investimento, segundo o comunicado.

A Vanguard lançou um fundo sustentável de gestão ativa nos EUA em 2019, o Vanguard Global ESG Stock Select Fund.

As estratégias ativas representaram 88% dos novos oferecimentos de estratégias sustentáveis na Europa até o final do terceiro trimestre, de acordo com a Morningstar. A firma de pesquisas observou que fundos de ações não sustentáveis com gestão ativa nos EUA sofreram saída de recursos em todos os trimestres nos três anos até setembro. Enquanto isso, suas contrapartes sustentáveis receberam entradas trimestrais desde o final de 2019, “sinalizando maior resiliência dos fluxos para os fundos sustentáveis de gestão ativa nessa categoria”, afirmou a Morningstar.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos