Mercado abrirá em 9 h 4 min

Vandoorne irá ao Bahrein, mas não sabe quais são os planos da Mercedes para vaga de Hamilton

Luke Smith
·3 minuto de leitura

Nesta terça (01), a Mercedes anunciou que Lewis Hamilton testou positivo para Covid-19 e não correrá o GP de Sakhir, iniciando uma discussão sobre quem ocupará a vaga mais cobiçada do grid. O belga Stoffel Vandoorne, é visto como o candidato natural, por ser reserva da Mercedes na Fórmula 1, mas ele afirmou que, apesar de estar a caminho do Bahrein ainda hoje, após o fim da pré-temporada da Fórmula E, ainda não pensou muito na possibilidade.

Hamilton apresentou sintomas leves na segunda e solicitou um novo teste, após três resultados negativos durante o GP do Bahrein. Após o diagnóstico positivo, ele iniciou uma quarentena de dez dias.

Leia também:

Steiner: Haas fará de tudo para que Pietro tenha "o melhor final de semana possível" Hamilton afirma estar "devastado" com diagnóstico de Covid que o tira do GP de Sakhir Grosjean afirma que "viu a morte chegando" em primeira entrevista após acidente

A Mercedes disse que vai tomar o tempo necessário antes de anunciar o substituto de Hamilton e que a decisão não deve ter tomada hoje.

Vandoorne ocupa a vaga de reserva da Mercedes na F1 desde o ano passado, além de ser piloto da equipe da montadora na F-E, terminando a temporada 2019-20 com o vice-campeonato.

Nesta terça, a categoria realizou o último dia dos testes de pré-temporada em Valência, na Espanha, e Vandoorne já tinha planos de voar para o Bahrein para acompanhar os trabalhos do final de semana in loco de qualquer maneira.

Na coletiva realizada após o fim dos testes em Valência, o ex-piloto da McLaren disse que seguia incerto sobre sua situação, se correrá ou não no final de semana.

"Eu já ia ao Bahrein de qualquer jeito. Meu voo sai amanhã. No momento, não sei o que vai acontecer. Sei que há uma chance de assumir o carro, mas vamos esperar para ver. Viajarei amanhã e devo descobrir lá o que irá acontecer".

Vandoorne revelou que ouvir a notícia sobre Hamilton na manhã de terça, pouco antes do anúncio oficial.

Segundo o belga, ele ainda não conseguiu pensar muito sobre o que seria seu primeiro GP desde Abu Dhabi 2018, sua despedida da McLaren, devido aos seus compromissos com a Mercedes.

"Recebi a primeira mensagem pela manhã, com a equipe avisando do resultado positivo e que o anúncio seria feito pouco depois. Mas, na sequência, não consegui pensar muito nisso porque precisava focar no teste da Fórmula E".

"Essa é a prioridade do meu dia. Sei que vou ao Bahrein de qualquer jeito amanhã, então vou esperar para ver".

Vandoorne correu com a McLaren por dois anos, tendo como melhor resultado um sétimo lugar. Outra opção para a Mercedes é George Russell, caso a equipe entre em um acordo com a Williams.

Ainda não está claro se Hamilton poderá correr no GP de Abu Dhabi, com sua quarentena chegando ao fim na quinta antes do início das atividades em Yas Marina.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Os possíveis substitutos de Hamilton e detalhes de como Grosjean sobreviveu ao grave acidente

PODCAST: Domínio da Mercedes tira mérito de Hamilton em suas conquistas?

Your browser does not support the audio element.