Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.829,27
    +902,93 (+0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.771,12
    -56,81 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,20
    -0,76 (-1,09%)
     
  • OURO

    1.981,00
    -14,90 (-0,75%)
     
  • Bitcoin USD

    27.542,04
    -709,97 (-2,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    597,33
    -21,06 (-3,41%)
     
  • S&P500

    3.970,99
    +22,27 (+0,56%)
     
  • DOW JONES

    32.237,53
    +132,28 (+0,41%)
     
  • FTSE

    7.405,45
    -94,15 (-1,26%)
     
  • HANG SENG

    19.915,68
    -133,96 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    27.385,25
    -34,36 (-0,13%)
     
  • NASDAQ

    12.922,75
    +68,75 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6520
    -0,0780 (-1,36%)
     

Valores a receber libera dinheiro esquecido a 3,5 milhões de brasileiros

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 21.08.2019 - Cédulas de real. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 21.08.2019 - Cédulas de real. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em três dias, o sistema de valores a receber do Banco Central liberou mais de R$ 228 milhões a 3,461 milhões de pessoas físicas e jurídicas com direito de resgatar o dinheiro esquecido em bancos e financeiras, incluindo herdeiros.

A liberação dos valores começou na terça-feira (7) e pode ser feita a qualquer momento, no site valoresareceber.bcb.gov.br. A consulta é feita com CPF e data de nascimento, para pessoas físicas, ou com CNPJ e data de abertura da empresa, para pessoas jurídicas.

Para receber, no entanto, é preciso ter conta Gov.br nível prata ou ouro.

Do total pago, um único CPF resgatou R$ 749,5 mil. Já no caso das empresas, o maior valor liberado foi de R$ 252,3 mil, segundo balanço do Banco Central até as 17h desta quinta-feira (9). Ao todo, há R$ 6 bilhões disponíveis para 40,9 milhões de pessoas físicas e jurídicas.

Os acessos ao sistema somam quase 7 milhões, isso porque a contagem é dupla caso a pessoa acesse mais de uma vez. No primeiro de liberações, a fila de espera chegou a duas horas, com 300 mil pessoas aguardando, por volta das 10h.

**COMO RECEBER O DINHEIRO ESQUECIDO**

O cidadão precisa ter chave Pix. Também é possível pagar por DOC (Documento de Crédito) ou TED (Transferência Eletrônica Disponível). Nestes casos, o dinheiro cai na conta em até 12 dias úteis. Há, no entanto, instituições que não assinaram o "Termo de Adesão", o que faz com que seja necessário realizar a solicitação de saque diretamente no banco ou na instituição financeira.

Embora algumas pessoas tenham conseguido acesso a valores elevados, a maioria receberá até R$ 10. Segundo o Banco Central, mais de 29 milhões de pessoas físicas e jurídicas sacarão valores menores.

VALORES A RECEBER: TIRE SUAS DÚVIDAS

**QUEM PODE TER DINHEIRO ESQUECIDO EM BANCOS E FINANCEIRAS?**

Qualquer pessoa física ou jurídica que teve relacionamento com bancos ou financeiras em algum momento poderá ter direito aos valores a receber.

**DE ONDE VÊM OS VALORES DO SVR?**

O dinheiro a ser devolvido pelas instituições é referente a:

Contas corrente ou poupança encerradas com saldo disponível

Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de ex-participantes de cooperativas de crédito

Recursos não procurados de grupos de consórcio encerrados

Tarifas cobradas indevidamente

Parcelas ou despesas de operações de crédito cobradas

Contas de pagamento pré ou pós-paga encerradas com saldo disponível

Contas de registro mantidas por corretoras e distribuidoras encerradas com saldo disponível

Outros recursos disponíveis nas instituições para devolução

**COMO OS HERDEIROS TÊM ACESSO AO DINHEIRO?**

É preciso fazer a consulta com os dados da pessoa que morreu e, depois, acessar o sistema SVR com conta Gov.br prata ou ouro do próprio herdeiro. O dinheiro deve ser solicitado à instituição financeira.

Será preciso apresentar documentos que comprovem o vínculo. Em geral, os documentos são certidão de óbito, comprovante de situação cadastral no CPF e demais documentos emitidos por cartório ou pelo poder Judiciário que comprovem o parentesco que registrem, arquivem ou cumpram o testamento, que indiquem o solicitante como inventariante, ou ainda que dêem poderes de procurador.

O tipo de documento a ser apresentado ficará a cargo do banco ou financeira.

**POR QUE PRECISO FICAR EM UMA FILA DE ESPERA?**

Na primeira fase da devolução dos valores a receber, o cidadão consultava o SVR e o sistema informava que ele deveria retornar em uma data futura para solicitar a devolução. Agora não é mais preciso voltar em outro dia.

Mas, para não ter risco de o sistema não suportar mais uma vez o total de acessos, é feito redirecionamento para uma sala de espera virtual sempre que a capacidade máxima dos computadores do Banco Central for atingida.

Na sala ou fila, o sistema vai informar quantas pessoas estão à frente e a previsão de tempo de espera.

**COMO FAÇO PARA SOLICITAR OS VALORES A RECEBER?**

O cidadão precisa acessar o site do Banco Central criado para o SVR com o número do CPF e a data de nascimento, para pessoa física, ou o CNPJ e a data de abertura da empresa, para pessoa jurídica. Veja o passo a passo de como fazer o resgate dos valores.

**COMO PEDIR O DINHEIRO NO SVR**

Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br e clique em "Sistema de Valores a Receber"

Informe CPF e data de nascimento, para pessoa física, ou CNPJ e data de abertura da empresa, para pessoas jurídicas

Vá em "Consultar"

Depois, clique em "Acessar SVR"

Se houver muitos acessos, o usuário vai entrar em uma fila virtual; o sistema informará em qual posição o cidadão está

Em seguida, informe o seu CPF e a senha Gov.br prata ou ouro

Se o dinheiro a ser sacado for seu, escolha "Meus valores a receber"; caso seja de alguém que já morreu vá em "Valores de pessoas falecidas"

Aceite o "Termo de ciência" e vá em "Confirmar"

Na próxima tela, aparecerão as seguintes informações: quanto há para receber, nome e demais dados do banco ou da instituição financeira que vai pagar, origem do dinheiro e informações adicionais, se for o caso

Se o sistema indicar a opção "Solicitar por aqui", será preciso selecionar uma de suas chaves Pix e informar os dados pessoais (guarde o número do protocolo)

Caso o sistema ofereça a opção "Solicitar por aqui", mas não apresente a possibilidade de informar a chave Pix, entre em contato com a instituição financeira pelo telefone ou pelo email informado para combinar a forma de devolução

**COMO HERDEIROS PODEM RESGATAR O DINHEIRO ESQUECIDO**

Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br e clique em "Sistema de Valores a Receber"

Informe os dados solicitados pelo sistema, que são o CPF e a data de nascimento da pessoa que morreu

Vá em "Consultar"

Depois, clique em "Acessar SVR"

Se houver muitos acessos, o usuário vai entrar em uma fila virtual; o sistema informará em qual posição o cidadão está

Em seguida, informe o seu CPF e a senha Gov.br prata ou ouro

Na página seguinte, escolha "Valores de pessoa falecida"

Aceite o "Termo de responsabilidade de acesso a dados de terceiros" e vá em "Confirmar"

Informe o CPF e a data de nascimento da pessoa que morreu

Caso haja valores a receber, aparecerão todas as informações do dinheiro a ser devolvido em nome da pessoa que morreu, por faixa de valor, além de banco ou instituição financeira onde o montante está e informações para que o cidadão faça o contato com a instituição e solicite o resgate

Será possível compartilhar, imprimir ou salvar a tela, mas é possível solicitar o valor por meio do SVR, informando chave Pix, como ocorre com quem tem dinheiro próprio para sacar

**RESGATEI DINHEIRO EM 2022, POSSO TER ALGO A MAIS PARA RECEBER?**

Sim, como há valores esquecidos de outros investimentos ou contas, quem já resgatou em 2022 pode ter acesso a mais dinheiro. Caso o sistema tenha mostrado, em consulta no ano passado, o direito de receber e, agora, não mostre mais nada mesmo que o resgate não tenha sido feito, será preciso entrar em contato com a instituição financeira.

**ATÉ QUANDO POSSO RETIRAR MEUS VALORES?**

O resgate do dinheiro esquecido poderá ser feito a qualquer hora. É preciso ter conta Gov.br nível prata ou ouro para fazer a solicitação de pagamento ao banco ou à instituição financeira onde o valor está.

**COMO FAZER QUANDO APARECE QUE A INSTITUIÇÃO NÃO ASSINOU O "TERMO DE ADESÃO"?**

Nos casos em que o sistema informa que não foi assinado o "Termo de Adesão", será necessário solicitar o dinheiro diretamente ao banco ou à instituição financeira. Do total de 1.060 instituições que informaram valores ao SVR, 640 assinaram o "Termo de Adesão". Os dados para fazer a solicitação são informados pelo sistema.

**COMO FAÇO PARA TER CONTA GOV.BR PRATA OU OURO?**

A conta pode ser criada por computador, tablet ou celular. No computador, basta acessar o site do sistema (gov.br/governodigital) e seguir o passo a passo. São solicitadas informações como número do CPF e data de nascimento, entre outras.

No celular ou tablet, o cidadão deve baixar o aplicativo e criar a sua conta. Neste caso, é mais fácil conseguir nível prata ou bronze porque, como há acesso à câmera, o cidadão consegue provar com mais facilidade sua identidade.

O selo bronze não dá acesso ao sistema de valores a receber do Banco Central. A medida busca trazer mais proteção e segurança aos dados do contribuinte.

**PASSO A PASSO PARA CRIAR SENHA NO GOV.BR**

Acesse o site gov.br/governodigital

Em "Serviços recomendados para você", clique em "Criar sua conta gov.br"

Na página seguinte vá em "Iniciar"

Informe o CPF e clique em "Continuar"

Para quem não tem conta, o sistema irá indicar a opção de criar uma. Clique sobre ela

A conta ouro é criada para quem tem CNH digital ou biometria facial no TSE (Tribunal Superior Eleitoral)

Quem não tem CNH digital ou biometria no TSE terá conta prata, que deverá ser criada por meio dos bancos credenciados, no aplicativo do banco

O cidadão que não conseguir criar a conta Gov.br prata ou ouro responderá a um questionário e terá selo bronze

**SAIBA CONSEGUIR NÍVEL PRATA NO GOV.BR PELO CELULAR:**

Acesse o aplicativo gov.br

Clique em "Entrar com gov.br"

Na tela seguinte, informe o CPF e vá em "Continuar"

Em seguida, digite a senha e clique em "Entrar"

Na tela em que se lê "Autorização de uso de dados pessoais", vá em "Autorizar"

No quadro azul, acima, clique em "Aumentar nível da conta"

Para tornar sua conta prata, escolha uma das opções que o aplicativo oferece; se tiver cadastro no Denatran, use a biometria facial; se for servidor, use dados do Sigepe

A validação também pode ser feita por meio do cadastro no seu banco na internet

Vá onde se lê "Cadastro via internet banking" e escolha o seu banco

Os próximos passos dependerão de cada instituição financeira; é possível conseguir a validação pelo Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Banco de Brasília, Caixa Econômica Federal, Sicoob e Santander

**COMO CONSEGUIR NÍVEL OURO NO APLICATIVO**

Acesse o aplicativo gov.br

Clique em "Entrar com gov.br"

Digite o CPF e vá em "Continuar"

Depois, informe a senha e clique em "Entrar"

No quadro azul, acima, onde está seu nome, vá em "Aumentar nível"

Em seguida, acesse "Aumentar nível da conta"

O gov.br pedirá acesso à câmera do celular, clique em "OK"

Aparecerão orientações para a foto; clique em "Reconhecimento facial"

Enquadre seu rosto e aguarde; aparecerá a mensagem "Reconhecimento facial realizado com sucesso", vá em em "OK"

Ao final do procedimento, aparecerá a mensagem "Validamos sua foto na base de dados da Justiça Eleitoral. Você atingiu o maior nível de segurança para sua conta gov.br!"

**COMO SEI QUE NÃO ESTOU SENDO VÍTIMA DE UM GOLPE COM OS VALORES A RECEBER?**

O BC alerta que o único site onde você pode consultar e saber como solicitar a devolução dos seus valores, da sua empresa ou de pessoas falecidas é valoresareceber.bcb.gov.br e que todos os serviços do portal são gratuitos. Caso alguém ofereça e cobre por serviços de consulta, trata-se de um golpe.

O Banco Central também não manda links nem entra em contato para tratar de valores a receber ou confirmar dados. Apenas a instituição que aparece no sistema pode entrar em contato com o cliente, mas ela não pode pedir senhas.

Não acesse links suspeitos enviados por email, SMS, WhatsApp ou outros aplicativos de mensagens.