Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.700,67
    +405,99 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.514,10
    +184,26 (+0,38%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,38
    -0,08 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.764,10
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    63.134,36
    +200,97 (+0,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.397,85
    +16,90 (+1,22%)
     
  • S&P500

    4.170,42
    +45,76 (+1,11%)
     
  • DOW JONES

    34.035,99
    +305,10 (+0,90%)
     
  • FTSE

    6.983,50
    +43,92 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    28.793,14
    -107,69 (-0,37%)
     
  • NIKKEI

    29.642,69
    +21,70 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    14.006,75
    -7,25 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7189
    -0,0022 (-0,03%)
     

Valor de mercado da Tesla pode subir em US$ 50 bilhões graças à China

Rui Maciel
·3 minuto de leitura

A Tesla pode ganhar US$ 50 bilhões em valor de mercado nos próximos dias. As ações da montadora norte-americana dispararam nessa segunda-feira (05) graças às vendas recordes que a empresa vem registrando na China. Os papeis da companhia subiram quase 8% nas negociações de pré-mercado e estavam a caminho de atingir seu ponto mais alto em mais de um mês.

Na última sexta-feira (2), a Tesla afirmara que registrou uma forte aceitação de seu Modelo Y na China. Além disso, a companhia afirmou que estava progredindo rapidamente para a capacidade total de produção de veículos em suas fábricas tanto no país asiático, quando nos EUA acelerando as entregas. A montadora entregou 184.800 carros globalmente durante o primeiro trimestre de 2021, um número quase 4% acima das estimativas do mercado, que esperava que a companhia entregasse 177.822 automóveis, de acordo com dados da consultoria Refinitiv.

A marca atingida mereceu até mesmo uma menção de Elon Musk - cofundador e CEO da montadora, em seu Twitter:
"Excelente trabalho da equipe Tesla! Menção especial a Tesla China."

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Pelo menos três corretoras aumentaram suas metas de preço para as ações da Tesla. A corretora Wedbush foi a mais agressiva, aumentando em US$ 50 a US $ 1.000, muito acima do preço médio-alvo de US $ 712,50, de acordo com os dados da Refinitiv. A Wedbush também elevou sua classificação de "neutro" para “outperform” (algo como "desempenho extraordinário" de uma ação).

Escassez

A cotação da Tesla mereceu uma atenção especial dos analistas de mercado principalmente pelo cenário de escassez de chips que atingiu o setor automotivo em todas as partes do mundo. Some-se a isso vários problemas da cadeia de suprimentos e aumento da concorrência e a montadora de Elon Musk conseguiu se destacar ao conseguir produzir quase a mesma quantidade de veículos elétricos no primeiro e quarto trimestres.

“A Tesla está executando impecavelmente. Não estou surpreso com as fortes entregas”, disse Craig Irwin, analista da Roth Capital Partners. No entanto, ao mesmo tempo, ele acrescentou que as ações da companhia estão “excessivamente valorizadas", mas afirmou que “o mercado de veículos elétricos é um lugar empolgante para se estar, e a Tesla é o líder.”

Tesla Model Y: grande aceitação no mercado asiático (Foto: divulgação / Tesla)
Tesla Model Y: grande aceitação no mercado asiático (Foto: divulgação / Tesla)

As ações da Tesla estavam avaliadas em US$ 713 antes do início das operações na Nasdaq, enquanto outros fabricantes de veículos elétricos, como a NIO Inc, Workhorse Group e Xpeng Inc subiram cerca de 3%.

“O setor de veículos elétricos parece preparado para retomar sua marcha em alta, considerando a crescente demanda por carros desta modalidade na China e Europa", disse a Reuters Jesse Cohen, analista sênior da Investing.com. "E os números de entrega da Tesla dos EUA podem ser a faísca necessária para impulsionar a próxima corrida [nesse mercado]".

Montanha russa

Nos últimos meses, quando as ações da Tesla apresentaram uma ascensão meteórica, a riqueza pessoal de Elon Musk foi impulsionada por um aumento de mais de oito vezes graças. No entanto, é sempre importante citar que a produção da montadora seja apenas uma fração de rivais como Toyota Motor, Volkswagen e General Motors.

Além disso, nos primeiros dias de março, as ações da montadora de Elon Musk sofreram uma queda brusca, apanhadas no meio de uma liquidação de papéis das empresas de tecnologia. Com isso, a empresa perdeu US$ 244 bilhões do seu valor de mercado.

Isso aconteceu porque as ações de alta tecnologia, que impulsionaram a recuperação do mercado durante o ápice da pandemia em março do ano passado, foram atingidas por um golpe duplo: o de rendimentos crescentes e investidores transferindo fundos para setores que devem se beneficiar de uma recuperação na economia global - auxiliada pelo lançamento acelerado de vacinas contra a COVID-19, principalmente nos países do Primeiro Mundo.

O derretimento no preço das ações da Tesla reduziu a riqueza pessoal de Musk em US$ 43 bilhões também no começo de março, de acordo com cálculos da Reuters.

Leia também:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: