Mercado abrirá em 1 h 52 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,12
    +0,83 (+1,18%)
     
  • OURO

    1.767,30
    +3,50 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    43.427,95
    -986,60 (-2,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.089,51
    -44,88 (-3,96%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.986,93
    +83,02 (+1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.126,50
    +117,00 (+0,78%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Valentino Rossi se aposenta da MotoGP e cogita correr em carros

·1 minuto de leitura
Valentino Rossi antes de corrida da MotoGP no autódromo do Algarve, em Portimão, Portugal

(Reuters) - Valentino Rossi, um dos maiores e mais carismáticos campeões do motociclismo, deu sua carreira na MotoGP por encerrada nesta quinta-feira e almeja um futuro nas corridas de carro.

O italiano de 42 anos, que corre com o número 46 e tem nove títulos mundiais, sete deles na principal categoria, disse em uma coletiva de imprensa no Grande Prêmio da Estíria da Áustria que 2021 será sua última temporada.

"Decidi parar ao final desta temporada", disse ele no circuito Red Bull Ring.

"É difícil, é um momento muito triste, porque é difícil dizer e saber que no ano que vem não correrei com a moto."

"Faço isto há mais ou menos 30 anos. No ano que vem minha vida mudará. Mas enfim, foi ótimo, curto muito esta longa, longa jornada e foi muito, muito divertido".

"Adoro correr com carros", acrescentou ele quando indagado sobre o futuro. "Só um pouco menos do que correr com motos. Então acho que correrei com carros no ano que vem."

Ele disse que um objetivo é disputar a prova de 24 Horas de Le Mans.

Rossi corre com a equipe malaia Petronas Yamaha, mas está fora de forma e amarga a 19ª posição do campeonato. Sua melhor colocação foi um décimo lugar em nove corridas.

O esporte e sua legião de torcedores sentirão saudades, já que ele continua querido pelas plateias, é reconhecido mundialmente e conseguia lotar as provas em casa antes da pandemia.

(Por Alan Baldwin em Londres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos