Mercado fechado

Vale reforça em Londres que decidirá sobre fim de Nova Caledônia em 2020

Célia Froufe, correspondente

A Vale reforçou nesta quarta-feira, 4, para investidores em Londres que trabalha com "todas as opções sobre a mesa" agora para definir o que fará com suas atividades no arquipélago francês no Pacífico Nova Caledônia.

A companhia busca um comprador para a unidade de hidrometalúrgica de níquel de Goro e, segundo o diretor-executivo de finanças e relações com investidores, Luciano Siani Pires, a decisão será tomada no primeiro semestre do ano que vem.

"Além disso, estamos analisando alternativas operacionais e comerciais para melhorar o fluxo de caixa de curto prazo", disse ele, citando a simplificação do fluxograma operacional.

A empresa conta com cerca de 1,3 mil profissionais.