Mercado fechará em 6 h 51 min
  • BOVESPA

    108.013,47
    +1.345,81 (+1,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.823,23
    -408,97 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,67
    -0,29 (-0,33%)
     
  • OURO

    1.839,80
    -3,40 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    42.033,39
    -150,76 (-0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    998,99
    +4,24 (+0,43%)
     
  • S&P500

    4.532,76
    -44,35 (-0,97%)
     
  • DOW JONES

    35.028,65
    -339,82 (-0,96%)
     
  • FTSE

    7.584,80
    -4,86 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.166,75
    +133,25 (+0,89%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1789
    +0,0115 (+0,19%)
     

Vale quer ampliar venda de níquel para veículos elétricos

·2 min de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - De olho nas transformações que atingem a indústria automobilística, a mineradora Vale pretende ampliar as vendas de níquel para fabricação de baterias de carros elétricos nos próximos anos.

O plano da companhia ganha forma com a perspectiva de demanda crescente de montadoras por metais necessários para a produção desses veículos, incluindo o níquel.

"Os clientes neste mercado de rápido crescimento querem níquel de alta pureza e fonte responsável, e a Vale está pronta para fornecê-lo. Estamos vendendo cerca de 5% de nosso níquel classe I para a cadeia de suprimentos de veículos elétricos e esperamos que este percentual cresça para 30% a 40% nos próximos anos", afirma a Vale em nota.

Segundo reportagem publicada pelo jornal Financial Times neste domingo (26), a Vale pretende se tornar fornecedora-chave de materiais de bateria para montadoras como Tesla, Ford e General Motors.

"Achamos que podemos ser a escolha de fornecedor", disse o presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, ao jornal britânico. "Mas precisamos produzir. Precisamos aumentar a produção. Isso é fundamental", completou.

A companhia se apresenta como líder mundial na produção de níquel de origem responsável. A Vale relata conversas para explorar eventuais parcerias na área.

"Como uma líder mundial na produção e fornecimento de níquel de origem responsável, a Vale tem se envolvido em conversas com stakeholders [partes interessadas] em todos os pontos da cadeia de suprimentos para explorar possibilidades de parcerias", aponta.

"Isso está em linha com o posicionamento da Vale no mercado, a qualidade de nosso produto e a crescente demanda pelo níquel como componente essencial na fabricação de baterias para veículos elétricos", completa.

Ao longo dos últimos meses, a empresa vem sinalizando maior interesse por esse nicho. No primeiro semestre deste ano, até chegou a indicar a retomada de estudos para separar suas operações de metais básicos, com possibilidade de lançamento de ações de uma nova companhia em Bolsa de Valores.

A separação das atividades de minério de ferro das de metais básicos já foi discutida pela mineradora em meados dos anos 2010, mas a proposta não evoluiu. Com a perspectiva de crescimento da demanda por esses metais para a produção de carros elétricos, o assunto voltou a ser analisado.

Em julho de 2020, o presidente-executivo da fabricante de carros elétricos Tesla, Elon Musk, fez um apelo às mineradoras globais para a ampliação da produção de níquel.

"A Tesla lhes dará um contrato gigante por um longo período se vocês produzirem níquel de maneira eficiente e ambientalmente correta", afirmou Musk à época.

A estratégia buscaria fazer com que a companhia não fosse reconhecida apenas pelo minério de ferro, e também alcançasse destaque na área de metais associados à transição energética, como cobre e níquel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos