Mercado abrirá em 4 h 40 min

Vale prevê economia de R$ 920 mi com sistema inteligente de gestão de energia

Denise Luna

A Vale anunciou nesta sexta-feira, 20, que vai investir R$ 20 milhões na implantação de um sistema inteligente de gestão de energia, prevendo economizar, em um cenário intermediário, R$ 920 milhões e reduzir as emissões de gases efeitos estufa (GEE) em 120 mil toneladas anuais.

O SmartEnergy, como foi batizado o sistema, prevê a instalação, até 2021, de 2 mil medidores inteligentes de energia elétrica em 57 unidades operacionais e em grandes equipamentos da empresa no Brasil.

Como exemplo, a mineradora cita os circuitos de moagem de minério, transportadores de correias de longa distância e sistemas de bombeamento. "O medidor inteligente permite a redução de perdas de produção através da avaliação contínua da qualidade da energia e identificação das causas de falhas no fornecimento", explicou a Vale em nota.

Em testes realizados com a tecnologia em duas minas, a empresa obteve uma economia de R$ 90 milhões por ano com eliminação de paradas de equipamentos após o acionamento inadequado da proteção elétrica. Os medidores inteligentes já foram testados em 2017 nas minas de ferro do S11D e de cobre do Salobo, no Sudeste do Pará, informou.

Em um cenário mais otimista, a Vale prevê economia de R$ 1,4 bilhão em 10 anos pela implantação do sistema, e redução de 180 mil toneladas de GEE/ano. No cenário conservador a previsão é de economia de R$ 370 milhões e corte de 60 mil toneladas de GEE/ano.