Mercado abrirá em 7 h 27 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,79
    +1,22 (+1,11%)
     
  • OURO

    1.827,20
    +2,40 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    20.797,12
    -367,55 (-1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    452,27
    -9,52 (-2,06%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.068,62
    -160,90 (-0,72%)
     
  • NIKKEI

    26.976,11
    +104,84 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.032,75
    -7,75 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5405
    -0,0036 (-0,06%)
     

Vale pretende investir US$400 mi na eliminação de barragens em 2022

Unidade da Vale

Por Rafaella Barros

(Reuters) - A mineradora Vale pretende encerrar o ano com 12 de suas 30 barragens a montante eliminadas, o que representará investimento de 400 milhões de dólares só em 2022 em obras de descaracterizaçao das estruturas, disse a empresa à Reuters.

O programa de eliminação das barragens, iniciado há quatro anos, já custou 857 milhões de dólares, dos 4 bilhões projetados pela empresa até 2035, uma vez que busca acabar com as estruturas existentes antes de desastres como os de Brumadinho e Mariana, em Minas Gerais.

O rompimento da barragem de Brumadinho, em 2019, resultou em uma onda de rejeitos de mineração que atingiu a região e deixou 270 mortos.

Até agora, sete estruturas foram eliminadas, sendo quatro em Minas Gerais e três no Pará.

Até o final do ano, outras cinco em Minas Gerais serão descaracterizadas: o Dique Auxiliar da Barragem 5, na Mina Águas Claras, em Nova Lima; os Diques 3 e 4, da barragem Pontal; a barragem Ipoema, em Itabira; e a Barragem Baixo João Pereira, em Congonhas.

Segundo a Vale, as 12 barragens que terão sido descaracterizadas até dezembro representam um volume total de 46,9 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Os processos envolvem os órgãos ambientais estaduais, além da Agência Nacional e Mineração (ANM) e os Ministérios Públicos estaduais, com suas respectivas auditorias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos