Mercado fechará em 3 h 7 min
  • BOVESPA

    101.489,34
    +936,91 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.445,52
    -223,73 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,89
    +0,86 (+2,15%)
     
  • OURO

    1.904,20
    -25,30 (-1,31%)
     
  • BTC-USD

    12.925,97
    +1.868,96 (+16,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,81
    +4,71 (+1,84%)
     
  • S&P500

    3.435,92
    +0,36 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    28.207,64
    -3,18 (-0,01%)
     
  • FTSE

    5.789,03
    +12,53 (+0,22%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -92,73 (-0,39%)
     
  • NASDAQ

    11.597,50
    -93,75 (-0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6051
    -0,0449 (-0,68%)
     

Vale a pena trocar o PlayStation 4 pelo PlayStation 5?

Felipe Demartini
·8 minutos de leitura

Para muita gente, a chegada de uma nova geração de consoles é como a compra de um carro novo. Seja por questões como falta de espaço, desinteresse em manter o aparelho antigo nas mãos ou simplesmente como uma forma de garantir um dinheiro extra para a compra, uma das perguntas que ronda a cabeça dos fãs é, sempre: vale a pena vender o anterior para comprar o atual?

Essa questão, claro, está na boca do povo nestas últimas semanas que antecedem a chegada de uma nova geração de plataformas. O PlayStation 5 tem lançamento marcado para o dia 19 de novembro no Brasil, com preços sugeridos de R$ 4.999 pela versão padrão do console e R$ 4.499 pela edição Digital, que traz exatamente o mesmo hardware mas deixa de lado o drive de discos. E com a aproximação de uma nova geração, afinal, vale a pena segurar a antiga?

A resposta, como normalmente se fala em tecnologia, depende do seu perfil de usuário, do quanto tem no bolso para gastar e, principalmente, do seu nível de hype com a nova geração de consoles. Aqui, o Canaltech expõe alguns argumentos que podem te ajudar a pensar e, finalmente, tomar uma decisão sobre o momento ideal de seguir adiante e se vale a pena, ou não, vender o PS4 para comprar um PlayStation 5.

Mudança de casa

<em>Sony garante que PlayStation 5 terá compatibilidade com 99% dos games lançados para o PS4, tanto em formato digital quanto em disco (Imagem: Divulgação/Sony)</em>
Sony garante que PlayStation 5 terá compatibilidade com 99% dos games lançados para o PS4, tanto em formato digital quanto em disco (Imagem: Divulgação/Sony)

Ao contrário do que aconteceu com seu antecessor, o PlayStation 5 é totalmente retrocompatível com os games da plataforma anterior. A Sony promete que o novo console rodará 99% dos títulos lançados sem problema nenhum, enquanto alguns deles receberão incrementos (seja em upgrades da velha para a nova era ou patches de melhoria que já estão disponíveis para o PS4 Pro, por exemplo). Isso, claro, significa que você não perderá seus jogos caso decida vender o aparelho antigo.

Aqui, nem estamos falando dos games que já citamos, que terão versões em ambos os consoles, mas sim, daqueles lançados ao longo de todo o ciclo de vida do PlayStation 4. Isso significa que, sim, se você vender o seu console velho de guerra para adquirir um PS5, ainda terá onde rodar seu Bloodborne, Resident Evil 2, Overwatch, Tony Hawk’s Pro Skater 1+2, Battlefield V e qualquer outro jogo já lançado para a biblioteca do console.

Isso vale tanto para os títulos digitais, comprados em sua conta de usuário ou obtidos gratuitamente ao longo dos meses, caso você seja um assinante da PlayStation Plus, quando para aqueles em disco. Aqui, entretanto, leve em consideração que o PlayStation 5 Digital não possui drive para mídia física, ou seja, se você tem uma prateleira abarrotada de jogos, talvez seja melhor optar pela edição tradicional do aparelho para não perder o acesso a eles.

Como forma de evidenciar ainda mais esse suporte à plataforma anterior, a Sony anunciou ainda a PlayStation Plus Collection. No lançamento do PS5 e de forma gratuita para quem já assina a plataforma online, 18 títulos entre exclusivos ou não do PlayStation 4 ficarão disponíveis para download aos jogadores. Da lista, fazem parte clássicos como Uncharted 4: A Thief’s End, Resident Evil 7, Days Gone, Fallout 4, Mortal Kombat XL, The Last of Us Remastered e Persona 5, entre outros.

Entretanto, esse mesmo suporte não vale para os outros consoles da marca. Quem sonhava em jogar PS1, PlayStation 2 ou PS3 na nova geração já se decepcionou quando a Sony confirmou que tais títulos não serão compatíveis com o PS5, seja em disco ou em formato digital. A única exceção são os PS2 Classics convertidos para o PS4.

Vou ficar sem jogos?

<em>Marvel's Spider-Man: Miles Morales é um dos games de lançamento do PS5, mas que também tem versão garantida no PlayStation 4 (Imagem: Divulgação/Sony)</em>
Marvel's Spider-Man: Miles Morales é um dos games de lançamento do PS5, mas que também tem versão garantida no PlayStation 4 (Imagem: Divulgação/Sony)

Definitivamente não. A chegada do PS5 em novembro não significa que o antecessor deixará de receber suporte instantaneamente. Muito pelo contrário, o PlayStation 4 ainda tem um bocado de lenha para queimar, com mesmo alguns dos jogos que compõem a lista dos primeiros grandes títulos da nova geração tendo versões discretamente (ou não) reveladas também para a atual.

É o caso, por exemplo, de títulos exclusivos como Marvel’s Spider-Man: Miles Morales e Horizon Forbidden West, nomes de peso de algumas das principais franquias da Sony. E o mesmo também vale para jogos de desenvolvedoras parceiras como FIFA 21, Call of Duty: Black Ops Cold War, Far Cry 6, Cyberpunk 2077, entre outros, que serão lançados em edições para ambas as plataformas, alguns, inclusive, com upgrade direto, garantindo a edição de nova geração para aqueles que adquirirem o pacote na atual.

Além disso, e mesmo em alguns meses ou anos, não devem faltar jogos para o PlayStation 4. Por mais que o foco das produtoras e distribuidoras se torne, cada vez mais, o PS5, a base instalada de dezenas de milhões de unidades do console atual faz com que muitas empresas ainda mantenham um olhar carinhoso para essa plataforma, seja com títulos apenas para ela ou com as já citadas versões cross-gen, como são chamados os títulos que atravessam as eras de consoles.

Da mesma forma, e por conta dessa mesma base instalada, quem vive nas partidas online deve ter muito tiro para dar ao longo dos próximos anos. Por mais que grandes nomes como Fortnite, por exemplo, já tenham edição confirmada para o PS5, os servidores do PlayStation 4 devem seguir funcionando por, pelo menos, alguns anos, com direito a conteúdos inéditos e atualizações. E o mesmo vale para praticamente todo título online consagrado, como é o caso de Destiny 2, Call of Duty Warzone, Fall Guys: Ultimate Knockout e uma lista infinita deles.

Ainda, mesmo que você seja um gamer inveterado, deve possuir uma lista de títulos que ficaram para trás. A chegada de uma nova geração pode ser uma boa oportunidade a olhar para esse backlog já que, com o foco no PS5, os títulos para o PlayStation 4 devem receber uma bela redução. Caso queira esperar uma eventual redução de preços ou uma boa oferta, com certeza, você não deixará de ter o que jogar.

Valores e abatimentos

<em>No lançamento brasileiro, versão integral do PS5 vai custar R$ 4.999, enquanto a edição Digital sai por R$ 4.499 (Imagem: Divulgação/Sony)</em>
No lançamento brasileiro, versão integral do PS5 vai custar R$ 4.999, enquanto a edição Digital sai por R$ 4.499 (Imagem: Divulgação/Sony)

A alta do dólar vem machucando a economia e o bolso dos brasileiros, mas para quem está disposto a vender o vídeo game atual para comprar um novo, pode se transformar em uma oportunidade. A pandemia, com suas dificuldades de importação, fez crescer os valores cobrados por consoles novos, com um usado podendo ser uma boa àqueles que querem um vídeo game para ajudar no isolamento, mas não querem gastar muito.

Um dos bundles mais recentes anunciados pela Sony para o PlayStation 4, por exemplo, custa R$ 2.399 traz a versão Slim do console com HD de 1 TB e três jogos: Days Gone, God of War e Gran Turismo Sport. Uma pesquisa rápida em grandes varejistas permite encontrar valores diferentes de acordo com o pacote, mas nada muito mais barato do que isso, tornando o momento oportuno para quem quer vender seu usado por um preço adequado.

Uma pesquisa rápida no Mercado Livre, feita por esta reportagem, encontrou diferentes valores de acordo com o estado dos aparelhos e a versão comercializada. Deu para encontrar, por exemplo, um PS4 em seu modelo original, com HD de 500 GB, por R$ 800, enquanto uma versão Slim com o mesmo espaço de armazenamento sai por R$ 1.000. Ofertas mais altas, acompanhando a caixa, manuais e todos os cabos originais, por exemplo, saem de R$ 1.200 a 1.350 por um vídeo game que, pelo menos nas fotos, parece estar em ótimo estado de conservação.

Pode parecer pouco, principalmente diante do valor de um novo, mas ao mesmo tempo, R$ 1.000 configura um quinto do valor da versão mais cara do PlayStation 5. Um belo abatimento para quem quer partir para a nova geração de plataformas já em seu início.

O outro lado da moeda

<em>Se não estiver interessado nos games de lançamento do PS5, apenas nos que vêm depois, como é o caso de Resident Evil Village, talvez seja uma boa esperar, manter o PS4 e torcer por uma baixa nos preços (Imagem: Divulgação/Capcom)</em>
Se não estiver interessado nos games de lançamento do PS5, apenas nos que vêm depois, como é o caso de Resident Evil Village, talvez seja uma boa esperar, manter o PS4 e torcer por uma baixa nos preços (Imagem: Divulgação/Capcom)

Ao mesmo tempo em que a retrocompatibilidade e a PlayStation Plus Collection são incentivos para que os jogadores levem a base já instalada do PS4 para uma nova geração, eles também servem como uma vírgula para toda a empolgação. Afinal de contas, se você está comprando um PS5, quer jogar títulos da nova plataforma, e se o grande motivo acabar sendo os games da era passada, talvez seja o momento de esperar um pouco.

Afinal de contas, além de títulos cross-gen como Assassin’s Creed Valhalla, Marvel’s Avengers, The Witcher 3, Control e outros, a lista de lançamentos do PlayStation 5 é composta por exclusivos de destaque como o remake de Demon’s Souls, Ratchet and Clank: Rift Apart, Returnal, Astro’s Playroom, Godfall e Destruction AllStars.

Sim, temos grandes jogos no radar, como um novo God of War, Ghostwire: Tokyo, Final Fantasy XVI e Resident Evil Village, entre tantos outros. Caso você esteja esperando algum destes, talvez não seja exatamente agora a hora de trocar o seu PlayStation 4 por um PS5. Aguardar a chegada dos jogos, muitas vezes, também pode significar pagar menos em uma oferta posterior ao lançamento.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: