Mercado fechará em 25 mins
  • BOVESPA

    100.858,95
    +319,12 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.781,42
    +579,61 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    39,98
    -1,72 (-4,12%)
     
  • OURO

    1.928,60
    +13,20 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    12.750,16
    +1.693,15 (+15,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    255,67
    +10,78 (+4,40%)
     
  • S&P500

    3.454,63
    +11,51 (+0,33%)
     
  • DOW JONES

    28.344,28
    +35,49 (+0,13%)
     
  • FTSE

    5.776,50
    -112,72 (-1,91%)
     
  • HANG SENG

    24.754,42
    +184,88 (+0,75%)
     
  • NIKKEI

    23.639,46
    +72,42 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    11.695,50
    +34,75 (+0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6435
    +0,0171 (+0,26%)
     

Vale mantém meta de produção e vê demanda chinesa sólida: CFO

James Attwood e Shery Ahn
·2 minutos de leitura

(Bloomberg) -- A Vale está mantendo sua estimativa anual de produção de minério de ferro enquanto supera obstáculos legais e ligados à pandemia em sua recuperação após o desastre de Brumadinho, no ano passado.

A empresa continua com a meta de produção de cerca de 310 milhões de toneladas de minério de ferro este ano, disse o diretor financeiro Luciano Siani Pires nesta quarta-feira em entrevista à Bloomberg Television.

Depois de perder o título de maior produtora mundial de minério de ferro após o acidente de Brumadinho no ano passado, a Vale está retomando os níveis de produção enquanto lida com interrupções causadas pela Covid-19 e processos judiciais movidos pelo Ministério Público.

Apesar dos ventos contrários , a Vale está se beneficiando de uma recuperação de cerca de 30% nos preços do minério em meio à forte demanda chinesa, com suas ações se recuperando da baixa do final de março. A empresa teve um upgrade em sua classificação de crédito para grau de investimento pela Moody’s na semana passada, justamente quando paga um “belo” dividendo aos acionistas, o primeiro desde o rompimento da barragem, disse o diretor.

A Vale está tentando voltar aos níveis de produção de dois anos atrás, antes do desastre da barragem. A meta depende de uma aceleração no segundo semestre.

Enquanto a curva a termo do minério de ferro ainda aponta para baixo, a demanda chinesa está “muito sólida”, disse Siani.

Ele confirmou que a Vale foi abordada pela Tesla Inc. sobre um possível acordo de fornecimento de níquel, acrescentando que qualquer negócio com a empresa “levaria algum tempo”.

A empresa está lutando para encontrar um comprador para sua operação de níquel na Nova Caledônia e planeja colocar a mina em manutenção no próximo ano, disse ele.

Título em inglês:Iron Giant Vale Sticks to Production Target Despite Disruptions

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.