Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.325,71
    +2,32 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Vale eleva para até US$6 bi investimentos para reduzir emissões até 2030

·2 minuto de leitura

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A mineradora Vale prevê investir de 4 bilhões a 6 bilhões de dólares para reduzir emissões até 2030, em um avanço ante estimativa anterior que previa aportes de ao menos 2 bilhões de dólares, segundo apresentação publicada pela companhia nesta quinta-feira.

No entanto, no documento apresentado a analistas de mercado, a mineradora manteve as metas de redução de emissões previstas.

“O aumento dos investimentos deve-se à maior maturidade adquirida no portfólio de iniciativas de redução das emissões diretas da empresa (escopo 1), a serem implementados até 2030”, disse a Vale em nota. As emissões diretas são provenientes de operações próprias.

Os novos aportes, ressaltou a companhia, serão executados ao longo dos próximos nove anos e já estão considerados no orçamento da empresa. “Oitenta por cento dos investimentos são VPL positivo, com preço interno de carbono de 50 dólares por tonelada”, acrescentou a empresa.

A Vale pontuou ainda que os 2 bilhões de dólares anunciados no ano passado referem-se aos investimentos em energia renovável, como os projetos Folha Larga (eólica), na Bahia, e Sol do Cerrado (solar), em Minas Gerais. O projeto eólico já está operando desde agosto de 2020 e a planta solar encontra-se em implantação.

A mineradora avalia também a implementação de projetos para a redução de escopo 1, como o uso de correias transportadoras em alguns sites para substituir caminhões fora de estrada em longas distâncias; a eletrificação de ferrovias e caminhões; e a utilização de biocombustíveis e biomassa, provenientes de resíduos e de origem certificada, para substituir combustível fóssil.

COMPROMISSOS ASSUMIDOS

Dentre as metas da empresa, está reduzir em 33% suas emissões de carbono diretas e indiretas, denominadas de escopo 1 e 2, até 2030, em uma iniciativa que visa fazer frente ao Acordo de Paris. No escopo 2 são consideradas as emissões indiretas, de origem externa usadas no processo produtivo, como o consumo de energia elétrica.

Na apresentação, a Vale detalhou que 57% das suas emissões de escopos 1 e 2 são referentes a metalurgia e pelotização, enquanto 32% dizem respeito à mineração e logística e 11% à energia elétrica.

Já as emissões de escopo 3, relacionadas à cadeia produtiva, a companhia planeja reduzir em 15% até 2035. Nesse caso, grande parte das emissões vem da siderurgia.

Em outro compromisso, a empresa prevê atingir 100% de autoprodução de energia a partir de fontes renováveis no Brasil até 2025 e 100% do consumo de eletricidade renovável globalmente até 2030, segundo já havia informado anteriormente.

O objetivo de longo prazo da empresa é chegar à emissão líquida zero em 2050.

(Por Marta Nogueira)

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos