Mercado fechará em 2 h 24 min

Vale e porto chinês selam acordo de US$651 mi em minério de ferro

·1 minuto de leitura
Vista aérea do porto de Ningbo Zhoushan, na província de Zhejiang, China
Vista aérea do porto de Ningbo Zhoushan, na província de Zhejiang, China

PEQUIM (Reuters) - A mineradora brasileira Vale e o porto chinês de Ningbo Zhoushan assinaram um acordo para investir cerca de 4,3 bilhões de iuanes (650,6 milhões de dólares) em instalações de armazenamento e processamento de minério de ferro em Zhejiang, disse o governo local nesta sexta-feira.

O movimento segue-se à inauguração pelas duas empresas de um centro de moagem no porto do leste da China em agosto e aumenta a presença da Vale no país, maior consumidor global do material utilizado na fabricação do aço.

Segunda maior mineradora do mundo, a Vale terá 50% da joint venture, enquanto a Ningbo Zhoushan Port também terá a mesma fatia. O plano de lançamento da unidade havia sido sinalizado em um comunicado no mês passado.

A joint venture terá um capital registrado de 1,5 bilhão de iuanes.

"A proposta é construir um pátio de armazenamento de minério de ferro com capacidade máxima de 4,1 milhões de toneladas e uma unidade de 'blendagem' e processamento de minério, além de dois berços de embarque", disse a Zona Franca de Zhejiang em sua conta oficial no Wechat.

A unidade de "blendagem" e processamento terá capacidade anual de 21 milhões de toneladas de minério, acrescentou.

"A construção desse projeto fortalecerá ainda mais a capacidade de distribuição do terminal de transferência de minério de Shulanghu", disse o comunicado, em referência ao local do centro de moagem, onde a Vale tem produzido finos de minério de ferro de alto teor.

(Por Min Zhang e Tom Daly)