Mercado fechará em 3 h 54 min
  • BOVESPA

    114.919,22
    -748,56 (-0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.353,90
    +202,52 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,18
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.773,50
    -24,40 (-1,36%)
     
  • BTC-USD

    50.837,62
    +1.251,21 (+2,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.017,30
    +22,63 (+2,28%)
     
  • S&P500

    3.893,47
    -31,96 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.834,32
    -127,54 (-0,40%)
     
  • FTSE

    6.646,97
    -12,00 (-0,18%)
     
  • HANG SENG

    30.074,17
    +355,93 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.168,27
    +496,57 (+1,67%)
     
  • NASDAQ

    13.121,25
    -180,75 (-1,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7324
    +0,1619 (+2,46%)
     

Vale compra fatia na Boston Metal para fomentar aço livre de carbono

·1 minuto de leitura
Logo da Vale

SÃO PAULO (Reuters) - A mineradora Vale informou nesta terça-feira que concluiu um investimento de 6 milhões de dólares para aquisição de participação minoritária na Boston Electrometallurgical Company, ou Boston Metal.

A operação tem como objetivo "promover o desenvolvimento de uma tecnologia focada na descarbonização de aço", disse a companhia em comunicado nesta terça-feira.

Empresa pré-operacional fundada em 2012 por professores do Massachusetts Institute of Technology (MIT), a Boston Metal tem uma base de acionistas diversificada que inclui fundos de venture capital, empresas de mineração e investidores privados, acrescentou a Vale.

A Boston Metal tem como objetivo desenvolver uma tecnologia inovadora denominada "moltem oxide electrolysis" (MOE), que visa possibilitar a transformação de minério de ferro para produção de aço com emissão zero de carbono.

O aporte na companhia está assim, segundo a Vale, alinhado a seu pilar estratégico de buscar liderar a transição para mineração neutra em carbono, promovendo produtos e tecnologias inovadoras.

Os valores aportados na Boston Metal com a operação serão utilizados para financiar o desenvolvimento da tecnologia, acrescentou a Vale.

A mineradora brasileira anunciou em dezembro uma meta de reduzir em 15% as emissões líquidas de carbono relativas à sua cadeia de fornecedores e clientes até 2035.

Ao divulgar a meta, a companhia disse que deveria intensificar parcerias que busquem o desenvolvimento de tecnologias de baixo carbono, principalmente com clientes do setor siderúrgico, como forma de alcançar os objetivos.

(Por Luciano Costa)