Mercado fechado

Black Friday: vale a pena comprar uma Alexa?

Redação Vida e Estilo
·1 minuto de leitura
Foto: Amazon/Divulgação
Foto: Amazon/Divulgação

O Yahoo Vida e Estilo busca encontrar os melhores produtos, com os melhores preços, para você. Os produtos indicados são vendidos por parceiros comerciais. Poderemos ser remunerados se a compra for efetivada. Os preços correspondem àqueles verificados na data deste artigo. Preços e disponibilidade sujeitos a variação.

Está pensando se vale a pena ter sua própria assistente virtual? Se você deseja transformar seu lar em uma casa inteligente ou facilitar as tarefas do dia a dia, a resposta é sim. Controlada por comando de voz, a Alexa, da Amazon, pode ser conectada a vários dispositivos como TVs, sistemas de som, lâmpadas, câmeras, e desempenhar funções de controle e monitoramento em tempo real.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Além disso, também é possível fazer chamadas para amigos e familiares usando apenas a sua voz, se informar com a leitura de notícias, previsão do tempo, criar lembretes e alarmes customizados de acordo com a sua rotina. Todas essas funções foram criadas especialmente para integrar e simplificar suas tarefas do dia a dia.

Entre as outras funções úteis da Alexa se destacam a possibilidade de fazer pesquisas na internet usando apenas a voz, seja para buscar informações, horários, receitas ou até aprender uma palavra nova em um idioma diferente. Os dispositivos Echo da Amazon têm preços que variam de R$ 349 a 1.899, de acordo com as funções extras e também se possuem display HD. Confira os principais produtos ou clique aqui para ver o catálogo completo!

Echo Dot (3ª Geração) por R$ 349,00

Clique aqui para comprar

Echo Dot (4ª geração) por R$ 499,00

Clique aqui para comprar

Echo Show 10: Smart Display HD de 10,1’’ por: R$ 1.899,00

Clique aqui para comprar

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube