Mercado abrirá em 5 h 22 min
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,46
    -1,04 (-1,15%)
     
  • OURO

    1.805,80
    -6,50 (-0,36%)
     
  • BTC-USD

    22.975,06
    -872,96 (-3,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,77
    -23,58 (-4,23%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.481,32
    -6,83 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    19.574,22
    -429,22 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.013,00
    -18,50 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2525
    +0,0198 (+0,38%)
     

Vai viajar para Marte? conheça 5 lugares para visitar no Planeta Vermelho

Vai viajar para Marte? conheça 5 lugares para visitar no Planeta Vermelho
Vai viajar para Marte? conheça 5 lugares para visitar no Planeta Vermelho
  • A corrida espacial para realização de viagens tripuladas a Marte está a todo vapor;

  • Elon Musk acredita que o homem vai pisar no planeta ainda nesta década;

  • Em um futuro não muito distante, essas viagens serão uma realidade.

A corrida espacial para realização de viagens tripuladas a Marte está a todo vapor. Diante desse cenário, uma das previsões mais otimistas foi dada este pelo bilionário Elon Musk. O CEO da companhia espacial SpaceX acredita que o homem vai pisar no planeta ainda nesta década. Prevendo que, em um futuro não muito distante, essas viagens serão uma realidade, veja abaixo uma lista de cinco lugares para conhecer quando visitar o Planeta Vermelho.

Monte Olimpo

Olympus Mons é o vulcão mais extremo do sistema solar. Localizado na região vulcânica de Tharsis, sua altura 25 mil metros o torna quase três vezes a altura do Monte Everest da Terra, que tem cerca de 8,9 mil metros de altura. Em seu cume há uma depressão espetacular com cerca de 85 quilômetros de largura, formada por câmaras de magma que perderam lava (provavelmente durante uma erupção) e desmoronaram.

Valles Marineris

Marte não apenas abriga o maior vulcão do sistema solar, mas também o maior cânion. Valles Marineris tem cerca de 3.000 quilômetros de comprimento, de acordo com a NASA . Isso é cerca de quatro vezes maior que o Grand Canyon, que tem um comprimento de cerca de 800 quilômetros.

Os pesquisadores não sabem ao certo como surgiu o Valles Marineris, mas existem várias teorias sobre sua formação. Muitos cientistas sugerem que quando a região de Tharsis foi formada, contribuiu para o crescimento de Valles Marineris. A lava movendo-se pela região vulcânica empurrou a crosta para cima, o que quebrou a crosta em fraturas em outras regiões. Com o tempo, essas fraturas se transformaram em Valles Marineris.

Cratera Gale e Monte Sharp (Aeolis Mons)

A Cratera Gale abriga extensas evidências de águas passadas. O astromóvel da Nasa, Curiosity, tropeçou em um leito de riacho semanas após o pouso e encontrou evidências mais extensas de água ao longo de sua jornada no fundo da cratera. O Curiosity está agora no cume de um vulcão próximo chamado Mount Sharp (Aeolis Mons) e observando as características geológicas em cada um de seus estratos.

Uma das descobertas mais empolgantes do Curiosity foi descobrir moléculas orgânicas complexas na região. Os resultados de 2018 anunciaram que esses orgânicos foram descobertos dentro de rochas de 3,5 bilhões de anos. Simultaneamente aos resultados orgânicos, os pesquisadores anunciaram que o rover também descobriu que as concentrações de metano na atmosfera mudam ao longo das estações.

Medusae Fossae

Medusae Fossae é um dos locais mais estranhos de Marte, com algumas pessoas até especulando que contém evidências de algum tipo de acidente de OVNI . A explicação mais provável é que é um enorme depósito vulcânico, cerca de um quinto do tamanho dos Estados Unidos. Com o tempo, os ventos esculpiram as rochas em belas formações. Mas os pesquisadores precisarão de mais dados para saber como esses vulcões formaram o Medusae Fossae. Um estudo de 2018 sugeriu que a formação pode ter se formado a partir de imensas erupções vulcânicas que ocorreram centenas de vezes ao longo de 500 milhões de anos.

'Ghost Dunes' na bacia de Noctis Labyrinthus e Hellas

Marte é um planeta moldado principalmente pelo vento nos dias de hoje, uma vez que a água evaporou à medida que sua atmosfera se afinava. Mas podemos ver extensas evidências de águas passadas. Pesquisadores dizem que essas regiões costumavam abrigar dunas com dezenas de metros de altura. Mais tarde, as dunas foram inundadas por lava ou água, que preservaram suas bases enquanto os topos se erodiam.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos