Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,56
    +0,24 (+0,40%)
     
  • OURO

    1.742,20
    -2,60 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    60.244,68
    +755,20 (+1,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.284,81
    +57,27 (+4,67%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    13.778,75
    -50,75 (-0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7627
    -0,0015 (-0,02%)
     

Vai emplacar outro? Fluminense teve apenas quatro artilheiros no Carioca em 20 anos

Luiza Sá
·3 minuto de leitura


O Fluminense teve apenas o oitavo maior artilheiro da última edição do Campeonato Brasileiro, o meia Nenê, que foi também o líder em gols do Tricolor na temporada. No Carioca, essa disputa também não vem sendo tão positiva para o Tricolor. Nos últimos 20 anos, jogadores do Flu se destacaram neste quesito apenas quatro vezes. Mas um dado pode dar otimismo ao torcedor: Fred disputará seu primeiro Estadual completo desde o retorno e pode voltar ao trono que já foi seu duas vezes.

> Pode sonhar com mais? Relembre as campanhas do Fluminense na Libertadores

O atual camisa 9 do Flu foi o artilheiro em 2011, quando dividiu com Frontini, do Boavista, com 10 gols, e 2015, líder isolado com 11. O último jogador tricolor a ficar neste posto foi o atacante Pedro, atualmente atleta do Flamengo, em 2018, quando marcou sete vezes. Antes dos dois, Fábio Bala, em 2003, balançou a rede em sete oportunidades e liderou a competição.

Os números dos atacantes do Fluminense não foram lá muito empolgantes ao longo de 2020/21. Dos que ainda estão disponíveis, Marcos Paulo liderou, com oito gols, seguido por Wellington Silva, com seis, Fred, com cinco, Felippe Cardoso e Caio Paulista, com três. Michel Araújo, John Kennedy e Luiz Henrique fizeram dois cada. Fernando Pacheco e Samuel tiveram um.

VEJA A TABELA DO CAMPEONATO CARIOCA

Para o Carioca, o Fluminense está no mercado em busca de nomes para o ataque, especialmente um ponta de velocidade e um centroavante para dividir o posto com Fred. Além do camisa 9, as opções no elenco atualmente são Caio Paulista, Michel Araújo, Fernando Pacheco, John Kennedy, Lucca, Luiz Henrique, Samuel e alguns atletas da base que vão disputar o início da competição e podem ser aproveitados. Marcos Paulo deve atuar neste período, mas deixa a equipe em julho para o Atlético de Madrid. Wellington Silva aguarda para ir ao Gamba Osaka, do Japão.

O Flamengo é quem mais emplacou artilheiros nos últimos anos do Campeonato Carioca, com seis (2020, 2019, 2017, 2013, 2010 e 2001). Depois vem o Botafogo, com quatro (2009, 2008, 2007 e 2006). O Vasco teve três (2014, 2012 e 2004). Dos pequenos, o Volta Redonda teve três (2020, 2016 e 2002), o Boavista dois (2012 e 2011) e o Madureira um (2007).

No novo formato do Campeonato Carioca, a competição vai acontecer em turno único, onde os 12 times participantes vão se enfrentar entre si, em 11 rodadas, em pontos corridos. O primeiro colocado fica com o título da Taça Guanabara e disputa, junto aos outros três melhor posicionados, semifinais e finais, em jogos de ida e volta, para definir o campeão do Estadual. No caso da Taça Rio, esta disputa não interfere no título do Carioca. Os clubes que ficarem entre quinto e oitavo na primeira fase se enfrentam para ver quem ficará com esse troféu.

VEJA A LISTA DE ARTILHEIROS DESDE 2001:

Gabriel (Flamengo) e João Carlos (Volta Redonda) - 8 gols - 2020
Bruno Henrique (Flamengo) - 8 gols - 2019
Pedro (Fluminense) - 7 gols - 2018
Paolo Guerrero (Flamengo) – 10 gols - 2017
Tiago Amaral (Volta Redonda) – 10 gols - 2016
Fred (Fluminense) - 11 gols - 2015
Edmilson (Vasco) – 11 gols - 2014
Hernane (Flamengo) – 12 gols - 2013
Alecsandro (Vasco) e Somália (Boavista) - 12 gols - 2012
Fred (Fluminense) e Frontini (Boavista) - 10 gols - 2011
Vágner Love (Flamengo) - 15 gols - 2010
Maicosuel (Botafogo) - 12 gols - 2009
Wellington Paulista (Botafogo) - 14 gols - 2008
Dodô (Botafogo) e Marcelo (Madureira) - 13 gols - 2007
Dodô (Botafogo) - 9 gols - 2006
Túlio (Volta Redonda) - 12 gols - 2005
Valdir (Vasco) - 14 gols - 2004
Fábio Bala (Fluminense) - 10 gols - 2003
Fábio (Volta Redonda) - 16 gols - 2002
Edílson (Flamengo) - 16 gols - 2001