Mercado abrirá em 8 h 54 min

Vacinas da Pfizer, Astra em rápida revisão no Reino Unido: Fonte

Suzi Ring
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A agência reguladora de medicamentos do Reino Unido iniciou revisões aceleradas de vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas pela Pfizer e AstraZeneca, quando o país se prepara para aprovar a primeira vacina eficaz o mais rápido possível.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido (MHRA, na sigla em inglês) deu início à chamada revisão contínua da vacina da Pfizer nas últimas semanas, segundo uma pessoa com conhecimento do assunto que não quis ser identificada. A agência também realiza uma revisão rápida da vacina da Astra, que a empresa desenvolve em conjunto com a Universidade de Oxford, confirmou um porta-voz da farmacêutica.

As revisões contínuas permitem que reguladores vejam dados clínicos em tempo real e discutam com as empresas sobre os ensaios e processos de fabricação em andamento para que as aprovações possam ser concedidas mais rapidamente. A abordagem tem como objetivo acelerar o acesso a medicamentos e vacinas quando houver necessidade de saúde pública.

A medida está em linha com os planos do Reino Unido de se adiantar à União Europeia na liberação de uma vacina. Embora o Reino Unido ainda esteja sujeito ao processo de aprovação da Agência Europeia de Medicamentos até o final da transição do Brexit este ano, o governo britânico disse que, se houver um caso convincente para agir mais rapidamente do que a EMA, consideraria uma autorização temporária para uma vacina não licenciada.

A Pfizer não quis comentar. Uma porta-voz da MHRA disse que a agência não poderia comentar sobre as revisões em andamento devido ao sigilo comercial.

Pfizer e Astra estão na liderança entre desenvolvedores que poderiam ter vacinas liberadas para uso neste ano. A empresa norte-americana, que desenvolve sua vacina em parceria com a alemã BioNTech, espera divulgar dados iniciais do ensaio em estágio final no mês que vem e pode solicitar autorização de uso de emergencial nos EUA logo depois.

A Pfizer disse nesta semana que ainda não atingiu um marco importante que ajudará pesquisadores a saber o quão eficaz é a vacina. Astra e Oxford também têm como objetivo a publicação de dados de ensaios em estágio avançado neste ano.

A Moderna, outra líder na corrida por uma vacina, também disse nesta semana que havia iniciado uma revisão rápida de seu medicamento no Reino Unido. Revisões em andamento de vacinas da Pfizer e da Astra na Europa foram anunciadas pela EMA anteriormente neste mês.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.