Mercado abrirá em 2 h 46 min
  • BOVESPA

    123.576,56
    +1.060,82 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.633,91
    +764,43 (+1,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,27
    -0,29 (-0,41%)
     
  • OURO

    1.817,30
    +3,20 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    37.812,29
    -780,95 (-2,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,11
    -19,33 (-2,05%)
     
  • S&P500

    4.423,15
    +35,99 (+0,82%)
     
  • DOW JONES

    35.116,40
    +278,24 (+0,80%)
     
  • FTSE

    7.133,79
    +28,07 (+0,40%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.051,75
    +5,50 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1626
    -0,0029 (-0,05%)
     

Vacinas cultivadas em ovos induzem respostas de anticorpos contra vírus

·3 minuto de leitura
Vacinas cultivadas em ovos induzem respostas de anticorpos contra vírus
Vacinas cultivadas em ovos induzem respostas de anticorpos contra vírus

Durante vários anos estudando as respostas dos anticorpos contra a gripe no laboratório Wilson da Universidade de Chicago, os pesquisadores descobriram algo inusitado: anticorpos que parecem se ligar não apenas ao vírus da gripe, mas a todos os vírus que o laboratório pudesse lançar contra eles.

Pois, uma vez que os anticorpos são geralmente altamente específicos para patógenos individuais, a fim de maximizar sua resposta protetora direcionada, esse padrão era extremamente incomum.

Até que finalmente, eles perceberam que os anticorpos não respondiam aos vírus, mas sim a algo no material biológico em que os vírus haviam crescido. Em todos os casos, o vírus foi propagado em ovos de galinha.

“Cultivar vacinas em ovos é a maneira tradicional de fazer as coisas porque é barato e você pode cultivar muitos vírus em ovos”, disse a primeira autora Jenna Guthmiller, Ph.D., pós-doutoranda em UChicago. O fato de que as vacinas cultivadas em ovos podem levar a essa resposta de anticorpos fora do alvo é inesperado, mas as implicações ainda não são conhecidas.

Isso pode significar que o sistema imunológico desvia recursos do desenvolvimento de anticorpos antivirais protetores para produzir esses anticorpos do açúcar do ovo, o que pode ter implicações para a eficácia da vacina.

É importante notar que esses anticorpos não se ligam a alérgenos de ovo conhecidos, indicando que eles provavelmente não são os culpados por trás de alergias a ovo, pontuou Guthmiller e complementou que “não parece ser prejudicial, mas pode não ser benéfico e pode estar afetando a imunidade, e esse é o próximo passo importante.”

Além disso, os anticorpos têm como alvo uma molécula de açúcar, conhecida como glicano, chamada N-acetilactosamina (LacNAc), com uma modificação de enxofre. LacNAcs são um glicano comum em humanos, mas a modificação específica do enxofre encontrada em ovos não é conhecida por ser expressa em humanos. Por causa disso, os humanos podem produzir anticorpos contra esse glicano modificado com enxofre.

Quando os pesquisadores investigaram estudos anteriores sobre as respostas dos anticorpos da gripe, eles descobriram que essa resposta do anticorpo contra o LacNAc parece ser bastante comum após a vacinação contra a gripe. No entanto, algumas pessoas parecem não desenvolver os anticorpos anti-ovo, e não parece que a produção de anticorpos anti-ovo reduza a capacidade do sistema imunológico de produzir anticorpos anti-gripe – embora não esteja claro se existe ou não uma impacto na eficácia da vacina.

Até o momento, não há evidências de que a presença desses anticorpos tenha algum impacto negativo na saúde do indivíduo. “Tantas pessoas tomam a vacina contra a gripe todos os anos e os eventos adversos são extremamente incomuns, então não há razão para suspeitar que isso possa causar problemas”, afirmou Guthmiller.

Por fim, mais pesquisas são necessárias para determinar o que esses anticorpos anti-ovo significam, se houver alguma coisa, para a eficácia da vacina contra a gripe: “Não sabemos como esses anticorpos afetam nossa resposta específica à gripe. Pode haver competição entre as células B contra a gripe e esses glicanos do ovo, o que pode estar afetando a imunidade. E se houver uma associação entre os anticorpos do ovo e a imunidade reduzida, precisamos examinar métodos alternativos para a produção da vacina contra a gripe. Qualquer coisa que possa melhorar a produção da vacina é algo que devemos considerar seriamente ”.

Leia mais:

Fonte: Medical Xpress

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos