Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    47.770,56
    -70,14 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Vacinas contra Covid podem precisar de ajuste para novas cepas

Pauline Bax, Antony Sguazzin e Janice Kew
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- As vacinas contra a Covid-19 terão que ser ajustadas para melhorar seu poder protetor contra mutações como a que agora é prevalente na África do Sul, disseram pesquisadores.

Um estudo sobre a vacina da Novavax Inc. publicado na quinta-feira mostrou que as vacinas podem ser um pouco menos eficazes contra novas variantes. Johnson & Johnson divulgou resultados semelhantes nesta sexta-feira.

Enquanto a vacina da Novavax foi 89,3% eficaz na prevenção de Covid-19 sintomático entre 15.000 voluntários no Reino Unido, um teste com 4.400 pessoas na África do Sul mostrou que a vacina foi 60% eficaz em indivíduos HIV negativos e HIV positivos, demonstrando uma eficácia menor. A maioria dos casos do vírus observados nesse ensaio apresentava a mutação sul-africana.

“É maravilhoso termos uma vacina com mais de 60% de eficácia”, disse Glenda Gray, presidente do Conselho de Pesquisa Médica da África do Sul. No entanto, as vacinas precisarão ser ajustadas “à medida que essas variantes se espalham em nível global”, disse ela.

A variante sul-africana mais transmissível chamada B.1.351 foi encontrada em quase 30 países, incluindo os EUA, e provavelmente está circulando em muitos outros, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Ela se liga às células humanas com mais eficiência, mas não causa doenças mais graves.

“Quanto mais pessoas são infectadas e mais tempo isso persiste, maior a probabilidade de você obter mais variantes”, Helen Rees, presidente do Grupo Técnico Consultivo de Imunização da Região Africana da OMS. “A velocidade é essencial na vacinação.”

Os resultados da Novavax foram encorajadores porque “todos estão preocupados” com a dúvida sobre se as vacinas contra Covid-19 podem não funcionar contra a nova cepa, disse Shabir Madhi, professor de vacinologia e coordenador do estudo local da Novavax. Em uma entrevista no início deste mês, Madhi disse que o ajuste das vacinas pode levar de cinco a seis semanas.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.