Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.322,88
    +526,22 (+1,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Vacina no Rio: Paes provoca João Dória sobre antecipação de calendário de imunização

·1 minuto de leitura

O anúncio feito pelo governador de São Paulo, João Doria, sobre a aceleração para imunizar a população contra a Covid-19 foi tomado como desafio para o prefeito do Rio, Eduardo Paes. No início da tarde deste domingo, Doria anunciou, via redes sociais, que o novo cronograma de vacinação com a primeira dose para os municípios paulistas prevê atender a toda a população acima de 18 anos até 15 de setembro. Na manhã desta segunda-feira, Paes respondeu que "está preparando a resposta" quanto às datas para os moradores do Rio.

A Prefeitura do Rio também tem acelerado o ritmo de imunização. Na semana passada, o cronograma ganhou agilidade ao destinar apenas um dia por idade — inicialmente, eram três datas —, com atendimento das mulheres no turno da manhã e dos homens à tarde. Na primeira versão do calendário separado por idade, a capital terminaria a imunização das pessoas acima de 50 anos em 3 de julho. Agora, a previsão é que essa faixa etária seja contemplada até o próximo sábado, dia 19 de junho.

A aceleração do calendário ainda depende do repasse de vacinas pelo Ministério da Saúde. Na semana passada, o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, falou da expectativa da chegada de um carregamento com doses do imunizante Janssen, ainda sem aplicação no Brasil.

A previsão é de que os frascos recebidos pelo Ministério da Saúde tenham validade até o dia 27. De acordo com Soranz, a nova leva representará uma pequena parcela das vacinas ministradas na cidade, o que não comprometerá a logística da campanha.

— A previsão é que elas se esgotem entre 24 e 48 horas. A validade poderia ser muito menor e ainda assim, para nós, isso não faria nenhuma diferença — disse o secretário de Saúde na semana passada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos