Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,01
    +0,57 (+0,69%)
     
  • OURO

    1.769,40
    +3,70 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    64.156,57
    +2.357,37 (+3,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.481,22
    +17,87 (+1,22%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.217,53
    +13,70 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.410,75
    +120,25 (+0,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4962
    +0,1047 (+1,64%)
     

Vacina da Janssen pode causar novos efeitos adversos, segundo Anvisa

·2 minuto de leitura

Após analisar registros de efeitos adversos de vacina contra a covid-19, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitou que a farmacêutica Janssen (Johnson & Johnson) atualizasse a bula de sua fórmula. O pedido foi divulgado na última sexta-feira (17) e, em até 30 dias, a bula brasileira do imunizante contra o coronavírus SARS-CoV-2 deve estar atualizada.

"Com o passar do tempo de comercialização e uso de quaisquer medicamentos no mundo todo, incluindo as vacinas, novos eventos adversos podem ser identificados. É por isso que existe a farmacovigilância, que acompanha e avalia sistematicamente o perfil benefício-risco das vacinas", ressalta a Anvisa, em nota sobre o procedimento que é considerado padrão.

Anvisa pede a inclusão de novos efeitos adversos na bula da vacina da Janssen contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/Rthanuthattaphong/Envato Elements)
Anvisa pede a inclusão de novos efeitos adversos na bula da vacina da Janssen contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/Rthanuthattaphong/Envato Elements)

Através do pedido, a Anvisa solicita a inclusão dos seguintes possíveis efeitos adversos da vacina contra a covid-19, considerados leves:

  • Linfadenopatia (aumento do tamanho e/ou número de linfonodos, como o aparecimento de caroços no pescoço);

  • Parestesia (sensação de dormência em alguma parte do corpo);

  • Hipoestesia (diminuição da sensibilidade da pele);

  • Tinido (zumbido no ouvido);

  • Diarreia;

  • Vômitos.

Vale destacar que, até o momento, "os benefícios de todas as vacinas aprovadas pela Anvisa superam seus riscos", informa a agência.

Como notificar efeitos adversos de vacinas?

Para facilitar a notificação de efeitos adversos de vacinas e de remédios, a Anvisa lançou um novo formulário. Dessa forma, a agência busca facilitar e agilizar o relato do cidadão sobre as suspeitas desses eventos. Isso porque pessoas que não são profissionais da saúde podem acessar o canal.

O espaço é destinado para que usuário relatem "suspeitas de problemas durante o tratamento, como reações adversas, ausência ou redução do efeito, erros de medicação, interações entre medicamentos diferentes e uso com finalidade diferente do indicado na bula (off label)". Além disso, quem escreve pode notificar um fato mesmo sem a certeza que foi um medicamento ou vacina que causou o problema.

Para acessar o formulário da Anvisa, clique aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos