Mercado fechado

Vacina da AstraZeneca não está pronta para aprovação na Europa, diz agência

Nathan Vieira
·2 minuto de leitura

Em meio à corrida em busca de uma vacina que seja eficiente contra a COVID-19, uma das grandes candidatas é a AstraZeneca, que tem desenvolvido um imunizante juntamente com a Universidade de Oxford. No entanto, nesta terça-feira (29), o vice-diretor-executivo da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), Noel Wathion, afirmou que a vacina não está pronta para aprovação rápida no continente.

"Eles ainda nem nos enviaram uma solicitação. Nem mesmo o suficiente para justificar uma licença de comercialização condicional. Precisamos de dados adicionais sobre a qualidade da vacina. E depois disso, a empresa tem que fazer uma solicitação formal", Wathion declarou durante uma entrevista ao jornal belga Het Nieuwsblad. Segundo o vice-presidente da EMA, as agências reguladoras da Europa só receberam algumas informações sobre a vacina, o que torna "improvável" uma aprovação já ser concedida no mês que vem, segundo Wathion.

Na última segunda-feira (28), o CEO da AstraZeneca, Pascal Soriot, anunciou uma eficácia de 100% contra formas graves da doença. "Pensamos que a vacina deveria funcionar, mas não podemos ter certeza, então faremos novos testes", declarou na ocasião. Ele ainda garantiu que novas versões da vacina estão sendo preparadas caso o imunizante não seja eficaz contra uma nova cepa de COVID-19.

Vacina da AstraZeneca não está pronta para aprovação na Europa, diz agência (Imagem: Cottonbro/Pexels)
Vacina da AstraZeneca não está pronta para aprovação na Europa, diz agência (Imagem: Cottonbro/Pexels)

Na última quarta-feira (23), o governo do Reino Unido apresentou os dados completos da vacina ao órgão regulador MHRA. O órgão terá que se manifestar nos próximos dias, com o objetivo de começar a vacinação a partir de 4 de janeiro. Já na última segunda-feira (21), a empresa britânica assinou o acordo com o Instituto Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento da candidata russa Sputnik V, para testar uma combinação dos dois imunizantes.

No que diz respeito ao Brasil, a vacina da AstraZeneca pode estar disponível no dia 8 de fevereiro, de acordo com um comunicado da Fiocruz feito no último dia 22. O calendário programado, que depende apenas do registro da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), está com as datas de 8 a 12 de fevereiro e 15 a 19 de fevereiro marcadas, quando será entregue aos brasileiros um milhão de doses. Na terceira semana, que será de 22 a 26 de fevereiro, serão entregues 700 mil doses diárias.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: