Mercado abrirá em 8 h 24 min
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,44
    -0,52 (-0,63%)
     
  • OURO

    1.774,00
    +3,50 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    63.893,09
    +1.052,47 (+1,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.479,78
    +16,43 (+1,12%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.217,53
    +13,70 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    26.181,13
    +393,92 (+1,53%)
     
  • NIKKEI

    29.261,51
    +45,99 (+0,16%)
     
  • NASDAQ

    15.386,50
    -12,00 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5024
    +0,0062 (+0,10%)
     

Vacina contra covid-19 pode alterar o ciclo menstrual?

·1 minuto de leitura

Qualquer tipo de vacina pode trazer reações indesejáveis, como dor no braço, febre e dor de cabeça, por exemplo, o que é completamente normal. No entanto, algumas pessoas, em casos raros, podem perceber alguns outros efeitos colaterais após a imunização contra a covid-19, como uma suposta alteração no ciclo menstrual.

Milhares de mulheres já relataram essa alteração no ciclo e na menstruação em si, mas os médicos afirmam que não há provas suficientes para relacionar o sintoma com a vacina contra o coronavírus. Infelizmente, em alguns locais do mundo, mulheres mais jovens estão hesitando se vacinar por sentirem medo de terem a menstruação prejudicada pelo imunizante e não conseguirem engravidar no futuro.

<em>Imagem: Reprodução/Freepik</em>
Imagem: Reprodução/Freepik

Nos Estados Unidos e no Reino Unido, pessoas que vêm sentindo efeitos colaterais inusitados estão sendo convidadas a participar de estudos. Ainda assim, relacionar a vacina contra a covid-19 com a alteração do ciclo menstrual se torna mais complicado, uma vez que é bastante comum que os ciclos estejam desregulados. Além disso, em testes clínicos de vacina, os pesquisadores não incluem perguntas sobre o ciclo menstrual na lista de efeitos colaterais.

Victoria Male, especialista norte-americana de imunologia e fertilidade, diz que se for confirmada a relação entre a vacinação e alteração menstrual, as pessoas poderão fazer planos para lidar com a mudança do ciclo. "Informações claras e confiáveis são particularmente importantes para aqueles que se apoiam na capacidade de prever os ciclos menstruais para engravidar ou prevenir a gravidez", completa. Portanto, considerando os inúmeros relatos, os cientistas precisam começar a investigar a possível relação entre a vacina e o ciclo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos