Mercado abrirá em 24 mins
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,55
    +0,64 (+0,90%)
     
  • OURO

    1.851,30
    -28,30 (-1,51%)
     
  • BTC-USD

    39.315,57
    +3.382,51 (+9,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    978,08
    +36,26 (+3,85%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.147,45
    +13,39 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.030,25
    +36,00 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1827
    -0,0099 (-0,16%)
     

Vacinação no Rio: 'Vamos fazer o carnaval dos carnavais em 2022', diz prefeito Eduardo Paes

·1 minuto de leitura

Depois de anunciar a meta de vacinar 90% dos adultos cariocas até outubro, assim como a realização de eventos-teste que podem incluir shows e espetáculos de grandes proporções, o prefeito Eduardo Paes voltou a dizer que o Rio pode ter carnaval no ano que vem. "Tudo dando certo e com vacina no braço, vamos fazer o carnaval dos carnavais em 22!", escreveu o prefeito no Twitter na noite desta sexta-feira.

"Se as coisas seguirem andando como estão, vamos cumprir o calendário para todos até outubro. No Rio é: chegou, vacinou!", disse ainda. "Bora vacinar, bora vencer essa guerra e bora fazer nossa cidade voltar a dar certo!", completou Paes.

Os cientistas, contudo, pedem cautela. Segundo Lígia Bahia, especialista em Saúde Pública da Fiocruz, ainda não há “contexto epidemiológico” para pensar em grandes festas para 2022:

— A situação epidemiológica do Rio ainda não está sob controle. A cidade precisa ter outras prioridades.

Nesta sexta-feira, na entrevista coletiva de divulgação do 19º boletim epidemiológico, o prefeito mencionou também a possibilidade de o município ter réveillon já em 2022. A previsão se baseia no novo cronograma de vacinação da prefeitura, que Paes, otimista, classificou como "conservador". Segundo a prefeitura, a meta é vacinar, até o dia 23 de outubro, 4.751.823 cariocas com 18 anos ou mais.

Para que o calendário seja cumprido, contudo, é necessário que o Ministério da Saúde mantenha os prazos de entrega anunciados no Programa Nacional de Imunizações (PNI), frisou Paes.

— Claro, isso tudo depende da chegada do imunizante, da chegada da vacina. A gente tem tido estabilidade na entrega da AstraZeneca — disse o prefeito. — Se eu pudesse definir (o sentimento), seria "a gente vai ter carnaval". Se conseguirmos (cumprir o calendário), vamos ter réveillon, vamos ter carnaval.