Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    55.167,24
    -5.882,54 (-9,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,61 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,67 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6943
    -0,0268 (-0,40%)
     

Vacinação no Rio: pessoas com 78 anos serão imunizadas a partir desta quinta-feira

·3 minuto de leitura

A prefeitura da capital atualizou o calendário de vacinação na cidade até o fim de março. Esta nova etapa prevê que, desta quinta-feira, dia 4, até o sábado, 6, serão imunizadas as pessoas com 78 anos — sendo que, no sábado, serão também atendidas as com idade acima de 78 anos. De acordo com o cronograma, a previsão é que no último dia do mês a a campanha chegue a quem tem 67 anos.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) realizou, nesta quinta-feira, a entrega da sexta remessa de vacinas contra Covid-19 a 88 municípios do estado. A operação contou com três helicópteros, que saíram do GAM da Polícia Militar, em Niterói, desde as 7h.

Na última terça-feira, secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, fez um apelo à população que vai tomar a segunda dose contra o coronavírus.

"A segunda dose da vacina está garantida. É fundamental que seja tomada no mesmo local da primeira e sempre no horário da tarde para manter o fluxo de atendimento das unidades", afirmou em comunicado.

Também é preciso lembrar que há uma diferença no tempo para a aplicação da segunda dose dentre os tipos de vacina contra Covid-19 disponíveis no município. As pessoas que se imunizaram com a CoronaVac precisam tomar a segunda dose após 28 dias. Já quem tomou a da Oxford, precisa tomar em três meses.

Na quarta-feira, a SES recebeu, do Ministério da Saúde, 249.200 doses da CoronaVac e está distribuindo metade do lote — 124.600 doses — para a primeira dose do esquema vacinal. A outra metade ficará retida na CGA e será enviada aos municípios no período programado para a aplicação da segunda dose.

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS) reforçou, por meio de ofício enviado aos 92 municípios, a importância de os responsáveis técnicos e gestores municipais organizarem suas ações de vacinação, priorizando os grupos elencados no Programa Nacional de Imunização (PNI). A SVS ressalta ainda que a programação deve ser organizada de acordo com o número de doses que serão aplicadas no dia, para que o frasco multidose seja totalmente utilizado. Denúncias de irregularidades na vacinação são encaminhadas imediatamente aos órgãos de controle.

Funcionamento das 8h às 17h

Funcionamento das 9h às 15h

Funcionamento das 8h às 17h

Funcionamento das 8h às 14h

Funcionamento das 9h às 15h

A população pode consultar a unidade de saúde mais próxima da sua residência no serviço Onde ser Atendido (prefeitura.rio/ondeseratendido). É importante que os idosos levem ao posto de vacinação um documento de identidade, o número do CPF e, se tiver, sua caderneta de vacinação.

Para idosos acamados, a família deve ir a uma unidade de referência de seu endereço ou preencher o cadastro no link smsrio.org/agendamentovacina. A equipe de saúde fará o cadastro do paciente e marcará a visita domiciliar para vacinação, que acontecerá no prazo de até 30 dias.

O prefeito Eduardo Paes afirmou nesta quinta-feira que as novas medidas restritivas publicadas no Diário Oficial para tentar conter o avanço dos casos de Covid-19 são para "evitar que se repita em 2021 o genocídio de 2020". Ele frisou, ainda, que não quer fazer lockdown na cidade. O Estado do Rio tinha, até esta quarta-feira, 25 casos de novas variantes registrados. Na capital, das 33 Regiões Administrativas (RAs) do Rio, 32 estão com risco médio de transmissão. A exceção é a RA de Copacabana, na Zona Sul, que permanece com risco alto.

— Nós tomamos algumas medidas restritivas da Covid-19 e por isso antecipamos o painel de hoje — disse Paes. — Todas as medidas têm um objetivo principal: evitar em 2021 o genocídio que o Rio teve em 2020. Em 2020 morreu o dobro de pessoas no Rio do que em São Paulo, que tem o dobro da população. O objetivo é evitar que isso se repita em 2021 — completou.