Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.527,08
    +1.795,66 (+4,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Vacinação desigual nos EUA mostra regiões em risco

·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A diferença entre as regiões com maior taxa de vacinação e menos vacinadas nos Estados Unidos disparou nos últimos três meses e continua a aumentar, apesar dos esforços para convencer mais americanos a se vacinarem contra a Covid-19.

Na taxa nacional, as notícias parecem positivas. Cerca de 300 mil pessoas são imunizadas pela primeira vez contra a Covid diariamente nos EUA, e 54% da população recebeu pelo menos uma dose. A campanha de vacinação do país está entre as mais bem-sucedidas do mundo, os estados suspenderam as restrições à atividade econômica e à socialização, e as hospitalizações despencaram.

Mas dados recentes sobre os condados mostram como esses números nacionais escondem realidades muito diferentes do ritmo de vacinação.

No grupo de condados menos vacinados, muitos dos quais estão nas regiões sul e central dos Estados Unidos, menos da metade das pessoas receberam pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19 em relação a condados com maior taxa de imunização nas cidades e nas costas. Esses lugares menos vacinados também não estão recuperando o atraso. A diferença entre os condados mais e menos vacinados continua a aumentar, e os condados atrasados estão muito abaixo dos níveis necessários para evitar futuras ondas de Covid.

A desaceleração da imunização mostra que, apesar do “mês de ação” do governo Biden para atingir a meta de vacinar 70% dos adultos com pelo menos uma dose até 4 de julho, algumas áreas ainda apresentam desafios.

“As consequências podem ser bastante graves”, diz Timothy Callaghan, que estuda saúde rural na Texas A&M University. “Teremos condados onde a vacinação é escassa e longe da imunidade coletiva, e outros onde é alta. Poderíamos ter um país dividido entre vacinados e não vacinados.”

Diferenças no nível de vacinação podem abrir caminho para uma nova epidemia em outros lugares. E criar um terreno fértil para mutações, permitindo que o coronavírus desenvolva resistência às vacinas. Análise na semana passada de casos de Covid em 700 condados, por exemplo, revelou que a variante delta, identificada pela primeira vez na Índia e que seria muito mais contagiosa, foi encontrada com mais frequência em condados menos vacinados dos EUA.

A análise da Bloomberg tem como base dados dos condados com o número de pessoas que receberam pelo menos uma dose de vacina, tanto dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA quanto do estado do Texas. Embora análises anteriores tenham examinado dados dos condados sobre a vacinação completa, os números da primeira dose disponibilizados recentemente fornecem uma visão mais atualizada.

Pesquisa da Kaiser Family Foundation sugere que cerca de 13% dos americanos planejam evitar a vacina de qualquer maneira, enquanto outros 12% dizem que estão esperando antes de tomar uma decisão e 7% serão vacinados apenas se necessário. Entre os grupos mais hesitantes, de acordo com a KFF, estão republicanos, pessoas não brancas, jovens e moradores rurais, semelhante à análise da Bloomberg.

More stories like this are available on bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos