Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.043,39
    -1.577,60 (-3,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Vacas treinadas para "usar o banheiro" poderiam reduzir seu impacto ambiental

·2 minuto de leitura

O resíduo deixado pelo gado contribui para a poluição dos cursos naturais de água e também na emissão de gases de efeito estufa. E se as vacas aprendessem a realizar suas necessidades fisiológicas em um lugar específico para que sua urina fosse tratada? Em novo estudo, cientistas apresentaram os resultados positivos de uma técnica que treina o gado para “usar o banheiro” — tudo pelo bem do meio-ambiente.

Um grupo de pesquisadores da University of Auckland e do Instituto Federal de Pesquisa em Saúde Animal (FBN, na sigla em inglês), da Alemanha, testou um método de abordagem chamado MooLoo para treinar 16 bezerros. A estrutura é basicamente um cercado verde que oferece recompensas aos animais quando eles urinam naquele local.

(Imagem: Reprodução/FBN)
(Imagem: Reprodução/FBN)

O psicólogo de animais Jan Langbein, do FBN, explicou que o gado, assim como outros animais, é muito inteligente e pode aprender bastante. “Por que eles não deveriam aprender a usar um banheiro?”, acrescentou. Os bezerros foram treinados em um sistema muito simples de recompensa: ao urinar no MooLoo, o animal recebia uma bebida doce (ou cevada amassada) em troca. Fazendo "arte" fora dali, ele recebia um breve jato de água fria nas costas.

Após cerca de 15 sessões de treinamento, 11 dos 16 bezerros foram treinados com sucesso no MooLoo — os outros 5, segundo os pesquisadores, provavelmente precisariam de um pouco mais de tempo para atingir o mesmo resultado. Agora a equipe se concentra em criar um sistema automatizado para treinar os animais de forma mais automatizada.

(Imagem: Reprodução/FBN)
(Imagem: Reprodução/FBN)

A amônia liberada na urina das vacas não afeta o meio ambiente de forma direta, mas, uma vez que essa urina — rica em nitrogênio — adentra o solo, micróbios a convertem em óxido nitroso, que é o terceiro gás de efeito estufa mais danoso, ficando atrás do metano e do dióxido de carbono. No entanto, quando a urina é coletada no MooLoo, ela pode ser tratada e até reutilizada, protegendo o solo e a atmosfera.

As estimativas iniciais sugerem que, se 80% da urina do gado fosse coletada, as emissões de amônia seriam reduzidas pela metade. O problema, no entanto, é a ampliação desse processo, uma vez que nem todas as fazendas têm recursos e tempo para se dedicar ao treinamento de seus gados.

A pesquisa foi publicada em 13 de setembro deste ano, na revista Current Biology.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos