Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,27
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.746,70
    -3,10 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    44.893,35
    +1.362,75 (+3,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.119,18
    +10,26 (+0,92%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.312,75
    +9,25 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2262
    +0,0012 (+0,02%)
     

Vírus mortal Nipah causa alerta na OMS após emergir na Índia

·2 minuto de leitura
Vírus mortal Nipah causa alerta na OMS após emergir na Índia
Vírus mortal Nipah causa alerta na OMS após emergir na Índia

O vírus Nipah ressurgiu recentemente na Índia e causou a morte de um menino de 12 anos na província de Kerala. O patógeno não é novo, mas o caso colocou a comunidade médica internacional em alerta. A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse que observa os casos da doença.

Ainda segundo o órgão, a mortalidade do vírus Niph pode ser de até 75%. No caso do menino indiano, os sintomas se agravaram rápido e após desenvolver uma febre forte o jovem teve encefalite (uma inflamação no cérebro) e morreu.

Apesar da gravidade da doença, o vírus em si é pouco transmissível, o que dificulta o surgimento de surtos. Em entrevista à Agência Brasil, a infectologista Rita Medeiros, da Universidade Federal do Pará, explicou que, por enquanto, o parasita circula com mais facilidade entre morcegos frugívoros, ou seja, que se alimentam de frutas.

Entenda o vírus mortal Nipah

O período de incubação do vírus costuma variar entre 4 e 14 dias. Segundo o dr. Stephen Luby, da Universidade de Stanford, em um artigo, apesar de ser transmissível e poder contaminar um grande número de pessoas ocasionalmente, a taxa média de transmissão do vírus é “menor do que uma pessoa por infecção”.

Leia mais!

“Contudo, cada vez que uma pessoa é infectada, o vírus está em um ambiente que elege para adaptação humana e transmissibilidade. O risco é que uma nova cepa que se transmita com mais eficiência de pessoa para pessoa seja capaz de gerar um surto devastador”, completou.

O médico no entanto, ressalta que com uma taxa de mortalidade na faixa de 70% esse vírus precisa ser isolado e observado de perto já que se ele sofrer mutações pode causar grande perigo. O especialista destaca a necessidade de continuar “investindo em estratégias para reduzir o risco de propagação do vírus Nipah e no desenvolvimento de contramedidas contra um leque de patógenos de alto risco”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos