Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.018,16
    +157,16 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Vídeo mostra XPeng P5 dirigindo sozinho no trânsito; assista

·2 minuto de leitura

Lançado em seis versões pela XPeng recentemente, o sedã elétrico P5 apresentou seu cartão de visitas. Em um vídeo divulgado pela montadora em seu canal no YouTube nesta quinta-feira (23), é possível observar o comportamento do carro semiautônomo pelas ruas de uma cidade da China.

Pelo que foi possível observar nas imagens captadas durante os pouco mais de 3 minutos a bordo do P5, a Xpeng parece mesmo disposta a se transformar no terror da Tesla, referência quando o assunto envolve carros elétricos e direção autônoma. Tudo graças ao bom desempenho do NGP, modo de navegação guiado similar ao Full Self-Driving (FSD) presente nos modelos da marca de Elon Musk.

O carro é equipado com 32 sensores, sendo duas unidades LiDAR, 12 sensores ultrassônicos e radares de ondas de 5 milímetros e 13 câmeras de alta resolução. Toda essa tecnologia se mostrou capaz de detectar pedestres, ciclistas, objetos estáticos, obras nas vias e, claro, automóveis, motos e caminhões. A versão testada foi a última beta do sistema, chamada X-Pilot 3.5 ADAS, adaptada justamente para trafegar em perímetro urbano.

Gostou? Então paga mais!

A versão testada, e que se comportou muito bem no teste gravado pela Xpeng, não é padrão no P5. Quem quiser contar com o upgrade terá que desembolsar um valor extra, mas que ainda não foi divulgado. Os modelos padrão sairão equipados com a versão 3.0 do X-Pilot, que também não será gratuita.

Essa, no caso, não utiliza LiDar e só pode ser habilitada quando o sedã elétrico estiver trafegando fora de rotas urbanas. Para usar os sensores LiDAR e implementar todo o aparato de direção semiautônoma, a XPeng afirma que ainda precisará de um tempo para realizar o monitoramento de mapas das respectivas cidades em que o carro será lançado.

A Xpeng afirmou que pode levar o sedã para outros mercados, como Europa e Estados Unidos. O Brasil, em um primeiro momento, não está nos planos da empresa para lançar os modelos semiautônomos, que custarão entre US$ 24.549 e US$ 34.811, todos com preços abaixo do Model 3, modelo mais em conta da Tesla.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos