Mercado fechado

Vídeo: O que perde o Honda Civic LX 2020 para custar menos de R$ 100 mil?

feedback@motor1.com (Leo Fortunatti)
Honda Civic LX 2020

Veja os detalhes da nova versão de entrada do modelo japonês

A Honda lançou a linha 2020 do Civic com algumas novidades. Além da leve reestilização, trouxe a versão LX como a nova opção de entrada do modelo - e colocou fim ao Sport manual, para a tristeza de poucos entusiastas. Perde alguns itens para custar R$ 97.900, mas mantém a mesma base, motor 2.0 aspirado e o câmbio CVT, além dos equipamentos de segurança como 6 airbags e controles de tração e estabilidade e vetorizador de torque. Veja o vídeo a seguir!

Veja também

O Honda Civic LX 2020 tem o motor 2.0 aspirado de 150/155 cv e 19,3/19,5 kgfm de torque, o mesmo das versões Sport, EX e EXL, com o câmbio automático CVT. Se perdeu itens como os faróis de neblina e a central multimídia para ficar mais barato, manteve o mesmo acabamento e conforto das demais versões. Até as rodas de 17" são as mesmas até do Civic Touring, assim como as leves mudanças visuais feitas para a linha 2020. 

Honda Civic LX 2020

Brigando em uma faixa onde os SUVs compactos dominam, o Civic LX traz o prazer ao dirigir como uma de suas armas. A plataforma, a mesma de Accord e CR-V, é uma das melhores em termos de dirigibilidade e conforto até mesmo para segmentos superiores. Em conjunto com a direção elétrica variável, mantém algo que os automóveis vem perdendo aos poucos, a comunicação com o motorista.

Entre os itens de série, destaque para o ar-condicionado automático, 6 airbags, controles de tração e estabilidade com sistema de vetorização de torque (auxilia na curvas freando as rodas internas), sistema de som com USB e Bluetooth e câmera de ré, volante em couro e freio de estacionamento elétrico com função auto hold. As ausências sentidas são os faróis de neblina, repetidores de pisca nos retrovisores e sistema multimídia com espelhamento de smartphones, além dos bancos em couro. Mas hoje o LX é o único Civic abaixo da barreira psicológica dos R$ 100 mil.