Mercado fechado

App do iFood sofre pane e exibe dados de outros usuários

Aplicativo iFood apresentou problemas nesta sexta-feira (19). (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

Usuários do aplicativo de entrega de comida iFood enfrentaram nessa sexta-feira (19) problemas de uso do aplicativo. A principal reclamação era de que na aba de pedidos, havia informações erradas. Os dados seriam de outras entregas, feitas para endereços diferentes daqueles que os usuários haviam cadastrado.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News 

Em comunicado divulgado nesta manhã, o iFood afirmou que não houve ciberataque nem vazamento de dados, e sim um problema de atualização que durou cerca de 30 minutos, “corrigido rapidamente”. A empresa confirma que o problema exibiu dados pessoais de usuários “de maneira aleatória” mas que não foi possível pedir comida usando os dados de terceiros.

Leia também

No último dia 12, dia dos namorados, o app ficou fora do ar por uma falha que fez com com que restaurantes não recebessem seus pedidos. A empresa pediu desculpas. 

Leia o comunicado completo do iFood:

Na manhã de sexta-feira, dia 19/06, a plataforma do iFood passou por um problema de atualização com duração de cerca de 30 minutos. A ocorrência foi rapidamente solucionada por sua equipe de tecnologia. A empresa afirma que não houve qualquer tipo de ciberataque à plataforma.

Durante esse breve período, o sistema exibiu dados pessoais dos usuários de maneira aleatória. A empresa reforça que, ainda assim, não foi possível que clientes fizessem pedidos por outras pessoas ou acessassem contas de terceiros.

A empresa esclarece que os meios de pagamento ficam gravados apenas nos dispositivos dos próprios usuários, e não são armazenados nos bancos de dados da plataforma. Dessa forma, os dados referentes a esses cartões não sofreram qualquer vazamento.

Por precaução, a plataforma deslogou os usuários impactados, que ficaram impossibilitados de realizar pedidos neste período. A situação já está normalizada e os usuários impactados estão sendo comunicados do ocorrido.

O iFood está à disposição das autoridades para eventuais esclarecimentos adicionais e reforça seu compromisso com a segurança das informações de restaurantes e consumidores.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.