Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    48.705,97
    -410,81 (-0,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Usuários Apple são os menos interessados em celulares dobráveis, aponta pesquisa

Renan da Silva Dores
·2 minuto de leitura

Encabeçados pela Samsung e sua linha Galaxy Z, os smartphones dobráveis têm ganhado mais espaço no mercado com a estreia de modelos de novas fabricantes. Depois da gigante sul-coreana e da Huawei, com a família Mate X, a Xiaomi é a mais nova companhia a apostar no segmento com o Mi Mix Fold, com mais marcas, como vivo e OPPO, podendo estar entre as próximas a estrear aparelhos dobráveis.

A maturidade crescente desses dispositivos já resulta em materiais mais resistentes, como o vidro ultrafino da Samsung, além de patentes que indicam que as fabricantes têm planos ambiciosos para o futuro, com duas ou mais dobras.

Aproveitando o destaque que esses telefones recebem, a agência de pesquisa de mercado YouGov entrevistou um grupo de usuários dos EUA, questionando o interesse nos celulares dobráveis. Os dados também consideram a marca atual dos smartphones dos entrevistados, e mostram resultados interessantes.

Usuários de iPhone têm menos interesse em dobráveis

De acordo com o censo, metade dos entrevistados está interessada em adquirir um aparelho dobrável, com 34% mostrando algum nível de interesse e 16% estando muito interessados. Na outra ponta, 44% não se mostram interessados, com a maioria desses não tendo nenhum tipo de interesse.

Separando então o grupo conforme a marca dos atuais smartphones dos entrevistados, dados curiosos começam a surgir. O conjunto mais interessado é o de usuários de celulares LG, com 59% indicando estarem de olho no novo formato. Outros 35% apontaram falta de interesse, enquanto 5% não souberam responder.

Segundo a YouGov, usuários Apple são os menos interessados em dobráveis (Imagem: Reprodução/YouGov)
Segundo a YouGov, usuários Apple são os menos interessados em dobráveis (Imagem: Reprodução/YouGov)

Usuários de smartphones Samsung, principal investidora do mercado de dobráveis, vieram logo atrás, com 52% dos consumidores indicando ao menos algum nível de interesse. Do restante dos entrevistados, 42% não apresentam interesse e outros 5% também não souberam responder.

Por fim, os donos de iPhones são os que apresentam maior rejeição a aparelhos dobráveis, com 48% de usuários que não têm interesse em smartphones do segmento. Apesar disso, 47% dos entrevistados, um número ainda bem expressivo, revelam estar interessados nesses dispositivos. Mais uma vez, 5% não souberam responder.

iPhone dobrável pode estar a caminho

O maior desinteresse entre usuários Apple pode mudar em breve, não apenas como resultado do crescimento dos dobráveis, mas também pela possível chegada de um iPhone dobrável. Rumores sobre a estreia da gigante de Cupertino no segmento circulam desde o ano passado, e ganharam força depois que uma patente de tela flexível foi descoberta.

Suposta aposta da Apple para o mercado de dobráveis, o iPhone Flip pode chegar apenas em 2023 (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)
Suposta aposta da Apple para o mercado de dobráveis, o iPhone Flip pode chegar apenas em 2023 (Imagem: Reprodução/LetsGoDigital)

Tratado por alguns como ''iPhone Flip", o celular dobrável da Maçã pode seguir os passos do Galaxy Z Flip da Samsung adotando dobra vertical. Caso realmente venha a se tornar realidade, o iPhone dobrável ainda estaria longe de chegar ao mercado - analistas acreditam que a Apple deve esperar por maior aperfeiçoamento da tecnologia, trazendo o dispositivo apenas em 2023.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: