Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    47.919,85
    -8.688,38 (-15,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Uso de um mesmo imóvel em mais de uma garantia vai baratear crédito, diz Campos Neto

·1 min de leitura
Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa de cerimônia no Palácio do Planalto

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta quinta-feira que o novo marco legal de garantias lançado pelo governo possibilitará que um mesmo imóvel sirva de garantia a mais de uma operação, com potencial de favorecer a redução dos prazos e valores médios dos empréstimos garantidos pelo ativo.

Em evento no Palácio do Planalto, ele pontuou ainda que um segundo grupo de medidas, dentro do marco legal, mira regras que disciplinam a alienação fiduciária, a execução extrajudicial dos créditos garantidos por hipoteca, a execução extrajudicial em caso de concurso de credores, a impenhorabilidade dos bens de família e a instituição do agente de garantias.

Segundo Campos Neto, o governo está "só no começo" e tem "muitas medidas" para melhorar eficiência do sistema financeiro.

(Por Marcela Ayres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos