Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,47
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.763,70
    -2,00 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    61.917,13
    +598,30 (+0,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,53
    -21,11 (-1,45%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.278,75
    -11,75 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3916
    +0,0001 (+0,00%)
     

Uso do Instagram por adolescentes vai ser investigado pelo congresso dos EUA

·1 minuto de leitura
Uso do Instagram por adolescentes vai ser investigado pelo congresso dos EUA
Uso do Instagram por adolescentes vai ser investigado pelo congresso dos EUA

Uma audiência no Congresso dos Estados Unidos com a presença de Antigone Davis, chefe global de segurança do Facebook, deve abordar as consequências do uso do Instagram e outras redes da empresa por crianças e adolescentes nesta quinta-feira (30).

O tema ficou em alta após uma série de reportagens do Wall Street Journal, que revelou documentos internos do Facebook mostrando que a empresa considera o ambiente do Instagram tóxico para adolescentes.

O Facebook rebateu e disse que a pesquisa foi interpretada de forma equivocada pelo jornal. “Simplesmente não é preciso que esta pesquisa demonstre que o Instagram é ‘tóxico’ para meninas adolescentes”, disse Pratiti Raychoudhury, vice-presidente e chefe de pesquisa da empresa.

“A pesquisa realmente demonstrou que muitos adolescentes sentiram que usar o Instagram os ajuda quando estão lutando com os tipos de momentos difíceis e problemas que os adolescentes sempre enfrentaram”, completou ainda.

Instagram para adolescentes

As autoridades dos EUA ligaram o alerta quando o Facebook revelou planos de criar uma versão do Instagram apenas para crianças e adolescentes. Após o anúncio, diversas autoridades revelaram preocupações com o plano e a empresa suspendeu, por ora, a criação da nova plataforma.

Após as polêmicas, Richard Blumenthal, presidente do subcomitê de proteção ao consumidor, segurança de produtos e segurança de dados do senado dos EUA, convocou uma assembleia com o tema Protegendo Crianças Online: Facebook, Instagram e Danos à Saúde Mental.

Leia mais:

“Crianças e adolescentes enfrentam imensa pressão dos colegas e expectativas sociais para transmitir suas vidas online”, explica o subcomitê em nota. O documento ainda ressalta as preocupações com os documentos revelados pela reportagem do Wall Street Journal.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos