Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.670,29
    +95,72 (+0,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Uso de adoçantes pode causar infecções patogênicas, diz estudo

·2 minuto de leitura
Uso de adoçantes pode causar infecções patogênicas, diz estudo
Uso de adoçantes pode causar infecções patogênicas, diz estudo

Um estudo publicado no International Journal of Molecular Sciences descobriu que adoçantes artificiais podem fazer com que bactérias intestinais saudáveis ​​se tornem doentes e invadam a parede intestinal, podendo levar a sérias infecções e problemas de saúde.

Segundo o Medical Xpress, a pesquisa é a primeira a mostrar os efeitos patogênicos – que o próprio corpo produz – do produto no corpo e testou os adoçantes mais utilizado (sacarina, sucralose e aspartame) em duas bactérias intestinais: E. coli (Escherichia coli) e E. faecalis (Enterococcus faecalis).

Estudos anteriores já haviam mostrado que o uso de adoçantes pode alterar o número e o tipo de bactérias no intestino, no entanto, o atual estudo revelou que o produto artificial também torna as bactérias um potencial patógeno para o corpo, já que o adoçante potencializa essas bactérias a invadir e matar células Caco-2, que são células epiteliais que revestem a parede do intestino.

Já se sabe que bactérias como E. faecalis, apesar de ser positiva e fazer parte do corpo, podem atravessar a parede intestinal e entrar na corrente sanguínea. Reunida aos gânglios linfáticos, fígado e baço, ela pode causar várias infecções, incluindo septicemia.

Uso de adoçantes pode causar infecções patogênicas, diz estudo. Imagem: ADragan/iStock
Uso de adoçantes pode causar infecções patogênicas, diz estudo. Imagem: ADragan/iStock

De acordo com os testes da pesquisa, o equivalente a duas latas de refrigerante diets foram suficientes para aumentar significativamente a adesão de E. coli e E. faecalis às células intestinais Caco-2, bem como a formação de comunidades (biofilmes) do mesmo tipo de célula, que já cresce de forma patogênica, se tornando um tipo de colonização no hospedeiro.

Bactérias que crescem em biofilmes são menos sensíveis ao tratamento com medicamentos antibióticos, por exemplo, e são mais propensas a absorver toxinas e expressar fatores de virulência – estratégias que as bactérias utilizam para “driblar” o sistema de defesa do hospedeiro e causar uma infecção.

“Nosso estudo é o primeiro a mostrar que alguns dos adoçantes mais comumente encontrados em alimentos e bebidas – sacarina, sucralose e aspartame – podem fazer com que bactérias intestinais normais e ‘saudáveis’ se tornem patogênicas. Essas alterações patogênicas incluem maior formação de biofilmes e aumento da adesão e invasão de bactérias nas células do intestino humano”, disse o autor sênior do artigo, Dr. Havovi Chichger, professor sênior de Ciências Biomédicas da Anglia Ruskin University (ARU).

“Essas mudanças podem levar à invasão de bactérias do nosso próprio intestino e causar danos ao nosso intestino, o que pode estar relacionado a infecção, sepse e falência múltipla de órgãos.”

Leia mais!

Para o professor, é importante que as pessoas entendam o que estão consumindo, principalmente porque o açúcar também está relacionado à obesidade e doenças como diabetes.

“Sabemos que o consumo excessivo de açúcar é um fator importante no desenvolvimento de doenças como obesidade e diabetes. Portanto, é importante que aumentemos nosso conhecimento sobre adoçantes versus açúcares na dieta para entender melhor o impacto em nossa saúde”, acrescentou.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos