Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.826,20
    +1.365,90 (+4,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Usina Coruripe mais que quadruplica lucro na safra 20/21 com foco no açúcar

·2 minuto de leitura
Colheita de cana-de-açúcar

SÃO PAULO (Reuters) - A produtora de açúcar e etanol Usina Coruripe viu seu lucro líquido mais que quadruplicar na temporada 2020/21, para 338,3 milhões de reais, em uma safra com foco no adoçante e marcada pelos preços mais altos de comercialização, informou a companhia nesta quinta-feira.

De acordo com a empresa, que é controlada pelo grupo Tércio Wanderley e possui usinas em Minas Gerais e Alagoas, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) no período somou 1,13 bilhão de reais, alta de 16,6% na comparação com a safra 2019/20.

Ao final do terceiro trimestre fiscal, a Usina Coruripe já projetava alcançar um resultado recorde nesta temporada, mas tanto lucro líquido quanto Ebitda superaram as expectativas divulgadas à época --de 295,9 milhões de reais e 1,1 bilhão de reais, respectivamente.

O faturamento da empresa veio em linha com as projeções publicadas em março, atingindo 3,16 bilhões de reais, alta de 28,9% na comparação anual, enquanto a receita líquida avançou 30,5%, para 3,04 bilhões de reais.

Em termos operacionais, a safra foi marcada por uma produção maior de açúcar, em meio à firme demanda e aos altos preços da commodity. Segundo a Usina Coruripe, foram fabricadas 22,7 milhões de sacas de 50 kg do adoçante no período, aumento de 12% em relação a 2019/20.

Já a produção de etanol recuou 5,8%, para 476,6 milhões de litros.

As cifras foram obtidas com a moagem de 14,4 milhões de toneladas de cana. O volume representa queda de 1,4% no ano a ano, mas acabou compensado pelo cenário mais positivo no mercado, segundo a companhia.

"Essa pequena redução de volume processado foi compensada pela qualidade da cana e obtenção de melhores preços de venda de açúcar e etanol, tanto no mercado interno quanto no externo", disse em nota o presidente da Usina Coruripe, Mario Lorencatto.

A empresa também destacou uma redução de 6,1% em sua dívida líquida no período.

De acordo com o diretor financeiro da Coruripe, Thierry Soret, em 2020/21 a companhia fechou um acordo com oito bancos para reperfilamento da dívida, conseguindo alongar o fluxo de pagamento e reduzir o custo dos empréstimos em dólar e real.

(Por Gabriel Araujo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos