Mercado abrirá em 6 h 13 min
  • BOVESPA

    116.230,12
    +95,66 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.046,58
    +616,83 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,50
    -0,02 (-0,02%)
     
  • OURO

    1.733,30
    +2,80 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    20.207,98
    +399,85 (+2,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    458,57
    +13,13 (+2,95%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    18.130,94
    +1.051,43 (+6,16%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.593,50
    -47,25 (-0,41%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1607
    -0,0072 (-0,14%)
     

Usiminas prevê investimento de R$2,4 bi em 2023, revela gasto extra com reformas

SÃO PAULO (Reuters) - A siderúrgica Usiminas anunciou nesta sexta-feira projeção de investimentos da ordem de 2,4 bilhões de reais para 2023, segundo fato relevante ao mercado.

A companhia manteve a estimativa de investimentos de 2,05 bilhões de reais para este ano, apesar da ter anunciado uma manutenção em coqueria e um reajuste na reforma de alto forno.

A siderúrgica disse que fará reparos emergenciais de 1,1 bilhão de reais na coqueria 2 da usina de Ipatinga, sendo que 951 milhões de reais serão desembolsados somente entre 2024 e 2026.

Além disso, a Usiminas voltou a elevar os valores previstos para a reforma do alto forno 3 de sua usina em Ipatinga (MG), que deve ocorrer em 2023, dessa vez em 633 milhões de reais, para 2,72 bilhões de reais, citando efeitos inflacionários nos custos.

O projeto inicial da reforma do alto forno 3, aprovado em 2019, falava em 1,23 bilhão de reais em investimentos, mas desde então a companhia adiou o início da manutenção e elevou os valores da obra por mais de uma vez. A última atualização, em maio de 2021, previa 2,09 bilhões de reais em investimentos.

Por volta de 10:40, as ações da companhia caíam 3,7%, a 8,94 reais, maior queda do Ibovespa, que rondava a estabilidade.

Na visão de analistas do Bradesco, o anúncio é negativo, uma vez que as dificuldades operacionais em suas coquerias em Ipatinga implicarão em investimento (capex) adicional significativo, enquanto a inflação também afetou o investimento necessário para a reforma do alto forno 3.

"Embora a empresa tenha indicado capex adicional para as coquerias, a magnitude do investimento de 1,1 bilhão de reais nos surpreendeu negativamente", afirmaram Thiago Lofiego e equipe em relatório a clientes, revisando para cima suas projeções relacionadas aos investimentos da companhia.

Eles observaram, contudo, que "a Usiminas está desalavancada e o capex adicional não deve impactar materialmente o sólido balanço da empresa".

"Ainda assim, esperamos uma reação negativa do mercado ao anúncio, à medida que os investidores se tornam mais cautelosos com as crescentes necessidades de investimento da empresa nos próximos anos", afirmaram. O Bradesco BBI tem recomendação 'outperform' e preço-alvo de 20 reais para a ação da Usiminas.

(Por Andre Romani, com reportagem adicional de Paula Arend Laier)