Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,26 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,77 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,86
    -0,23 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.816,80
    +1,30 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    24.330,43
    -136,57 (-0,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,35 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,22 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,68 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.553,50
    -24,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2028
    -0,1209 (-2,27%)
     

Usiminas espera retomar operações no alto-forno 2 em Ipatinga até outubro

SÃO PAULO (Reuters) - A siderúrgica Usiminas disse nesta sexta-feira que seu conselho de administração aprovou o retorno das operações do alto-forno 2 da usina de Ipatinga (MG), previsto para até o final de outubro.

O alto-forno 2 está paralisado desde setembro do ano passado por causa de um acidente envolvendo o equipamento. A Usiminas repetidamente adiou as previsões do fim do reparo, de início projetado em até 150 dias, mas que na última atualização da empresa era esperado para junho.

"A decisão de retomada do alto-forno 2 é baseada na programação de produção e estoque de placas da Usiminas, tendo em vista a expectativa de parada do alto-forno 3 prevista para abril de 2023", disse a empresa em fato relevante ao mercado.

Além dos reparos, a siderúrgica, que manteve o valor das obras em 35 milhões de reais, também vinha segurando a retomada do equipamento por causa de problemas em suas baterias de coque, que estavam em manutenção e produzindo menos volume do insumo usado na produção do aço.

"No primeiro trimestre, tivemos que usar coque importado para uma parte da produção de gusa. E um eventual retorno do alto-forno 2 faria com que aumentássemos ainda mais o percentual de coque comprado", disse em abril deste o ano o agora diretor-presidente da empresa, Alberto Ono. Ele era vice-presidente financeiro na ocasião.

A Usiminas informou nesta sexta-feira que as coquerias em Ipatinga seguem apresentando menor disponibilidade de produção e espera recuperação gradativa do desempenho no segundo semestre.

A siderúrgica divulgou mais cedo queda de 77% no lucro líquido do segundo trimestre ante o mesmo período de 2021, mas ainda assim em linha com as projeções do mercado, segundo pesquisa da Refinitiv.

A Usiminas afirmou que o resultado trimestral teve impacto da situação das coquerias, que também gera necessidade de aquisição de volume adicional de gás natural para suprir o déficit de produção interna de gases.

A empresa disse que ainda avalia "necessidade de medidas adicionais em relação às coquerias".

O alto-forno 2 tem capacidade de produzir 55 mil toneladas de ferro-gusa por mês, o equivalente a 660 mil toneladas por ano. Além dele, a usina de Ipatinga tem outros dois equipamentos de produção de aço bruto.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos