Mercado fechará em 1 h 40 min
  • BOVESPA

    115.769,69
    -694,38 (-0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.038,90
    -1.014,66 (-2,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,15
    +0,54 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.843,70
    -7,20 (-0,39%)
     
  • BTC-USD

    30.760,93
    -840,87 (-2,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    619,71
    -20,21 (-3,16%)
     
  • S&P500

    3.790,76
    -58,86 (-1,53%)
     
  • DOW JONES

    30.599,47
    -337,57 (-1,09%)
     
  • FTSE

    6.567,37
    -86,64 (-1,30%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.234,75
    -250,75 (-1,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5285
    +0,0177 (+0,27%)
     

USDA mantém estimativas para nova safra de soja e milho do Brasil

·1 minuto de leitura
Áreas plantadas com soja (à esqueda) e milho em Cruz Alta (RS)

(Reuters) - A safra de soja do Brasil 2020/21 foi estimada nesta sexta-feira em recorde de 131 milhões de toneladas, estável ante previsão de junho, de acordo com avaliação divulgada pelo Departamento de Agricultura do Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

A estimativa, que engloba a safra que será plantada a partir de setembro, representaria um crescimento de 5 milhões de toneladas na comparação com a temporada anterior, de acordo com dados do USDA.

Já a safra de milho do Brasil em 2020/21 foi vista em 107 milhões de toneladas, também estável ante a previsão de junho, mas com um aumento de 6 milhões de toneladas versus o ciclo anterior.

(Redação São Paulo)