Mercado fechará em 1 h 18 min
  • BOVESPA

    112.765,72
    +1,46 (+0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.854,13
    +0,76 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,49
    -2,60 (-2,82%)
     
  • OURO

    1.794,50
    -21,00 (-1,16%)
     
  • BTC-USD

    24.111,21
    -185,75 (-0,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    572,49
    -18,27 (-3,09%)
     
  • S&P500

    4.296,71
    +16,56 (+0,39%)
     
  • DOW JONES

    33.923,67
    +162,62 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.509,15
    +8,26 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.653,25
    +75,50 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1778
    -0,0257 (-0,49%)
     

Usar o Windows 8.1 ficará mais perigoso em breve; entenda

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Microsoft começará a enviar notificações para os usuários do Windows 8.1 para incentivá-los a migrar de sistema, já que as atualizações de segurança devem ser encerradas. Até o dia 10 de janeiro de 2023, quem ainda está no sistema antigo deverá decidir se avança para um sistema operacional recente ou se ficará em um defasado e inseguro.

Atitude similar ocorreu quando a gigante do software interrompeu a distribuição de atualizações para o Windows 7, em janeiro de 2020. Quando clicados, os pop-ups com aviso devem conter um link para guiar os interessados a obter mais informações. Quem não quiser poderá apenas ignorar os avisos até a data limite, mas cientes das vulnerabilidades.

O Windows 8 e 8.1 inovaram com os quadrados, voltados para interface sensível ao toque, mas que não agradou muita gente (Imagem: Reprodução/Microsoft)
O Windows 8 e 8.1 inovaram com os quadrados, voltados para interface sensível ao toque, mas que não agradou muita gente (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Diferentemente do Windows 7, no qual a Microsoft estendeu o prazo para empresas interessadas em pagar pelas atualizações, não há planos similares para o Windows 8/8.1. Isso porque a base de pessoas no 7 é de 13% dos PCs, número mais de três vezes superior ao Windows 8/8.1.

Segundo dados do StatCounter, o Windows 8 e 8.1 representam cerca de 4,3% do total de instalações no mundo inteiro. É menos que seus sucessores Windows 7, Windows 10 e Windows 11, mas ainda assim é uma quantidade considerável de pessoas.

Suporte encerrado em 2016

O suporte oficial ao Windows 8 encerrou em 2016, logo o desenvolvimento de melhorias já havia sido interrompido. A Microsoft ainda mantinha uma equipe dedicada a trazer correções de bugs e brechas para evitar ameaças aos usuários. Já se foram seis anos desde o fim, por isso a companhia decidiu ser hora de terminar a longa jornada do Windows 8 e 8.1.

A maioria dos usuários relutantes em avançar no tempo são empresas e donos de PCs antigos. O temor de sair para um Windows mais novo é o sistema pesar e impactar no desempenho na máquina. Isso não deve ser tão traumático porque os requisitos do Windows 8 e do Windows 10 são semelhantes.

O Windows 10 é rápido, leve e ainda terá suporte pelos próximos três anos (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)
O Windows 10 é rápido, leve e ainda terá suporte pelos próximos três anos (Imagem: Igor Almenara/Canaltech)

A versão 10 era a principal até o ano passado e receberá atualizações até outubro de 2025. Avançar para ela pode ser uma solução temporária até conseguir dinheiro para adquirir PCs mais parrudos, compatíveis com os requisitos do Windows 11.

Os Win 8 e 8.1 foram os primeiros a trazer uma interface voltada para tablets, já que a ideia era fortalecer as telas de toque com o Windows. Apesar de ter revolucionado o mercado, o visual quadriculado não agradou e muita gente permaneceu no Windows 7, saltando direto para o 10 quando lançado como a "versão definitiva". Além disso, a Microsoft permitia a migração gratuita de quem tinha máquinas com Windows 7 ou 8 para a versão 10 — e isso funciona até hoje —, fato que estimulou usuários a dar uma chance para o sistema.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos