Mercado fechará em 2 mins

United Airlines retomará voos do Boeing 737 MAX em março

737 MAX da Southwest Airlines na Califórnia

A United Airlines anunciou nesta sexta-feira que, assim como suas rivais Southwest e American Airlines, voltará a utilizar os aviões Boeing 737 MAX a partir de março de 2020.

A companhia aérea tinha falado até agora de janeiro de 2020 como eventual data para reativar os voos comerciais dos aviões 737 MAX, cuja frota global ficou paralisada após dois acidentes que causaram a morte de 346 pessoas.

Mas agora, a companhia prevê retomar o uso deste modelo a partir de 4 de março, o que representa o cancelamento de 2.800 voos em novembro, 2.300 em dezembro, 1.700 em janeiro, 1.600 em fevereiro e 168 em março.

A United afirmou, em comunicado, que está fazendo o possível para "minimizar o impacto sobre os planos de viagens" de seus clientes.

O calendário para a retomada de voos deste modelo nos Estados Unidos permanece incerto.

A Boeing afirmou nesta segunda-feira que esperava receber autorização da agência americana de regulação da aviação (FAA) em dezembro e que os 737 MAX voltem a voar em janeiro.

A Southwest, o maior cliente do 737 MAX com 34 exemplares em sua frota no momento da paralisação, anunciou em 8 de novembro que retomará os voos desses aviões em 6 de março.

A American Airlines, que tem 24 unidades, estabeleceu 5 de março.