Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,28
    +0,39 (+0,35%)
     
  • OURO

    1.845,10
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    30.012,76
    +566,06 (+1,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    650,34
    -23,03 (-3,42%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.389,98
    +87,24 (+1,19%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,54 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,23 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    11.838,00
    -40,25 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1528
    -0,0660 (-1,26%)
     

Unilever não vai mais fazer anúncios para menores de 16 anos; entenda

·2 min de leitura
A Unilever logo is displayed outside the head office of PT Unilever Indonesia Tbk. in Tangerang, Indonesia, Tuesday, Nov. 16, 2021. (AP Photo/Tatan Syuflana)
A Unilever logo is displayed outside the head office of PT Unilever Indonesia Tbk. in Tangerang, Indonesia, Tuesday, Nov. 16, 2021. (AP Photo/Tatan Syuflana)
  • Dados dessa faixa etária também deixarão de ser coletados;

  • Empresa justifica a decisão pela exposição cada vez maior das crianças a conteúdos promocionais;

  • Mudança engloba, além da internet, fontes de mídia tradicionais

A Unilever anunciou que a partir de 2023 vai deixar de vender e fazer publicidade do seu portfólio de marcas para menores de 16 anos. A ação, de acordo com a empresa, faz parte dos seus “novos princípios globais para o marketing responsável”.

Além de abandonar a comunicação de alimentos e bebidas para menores de 16 anos, os dados dessa faixa etária também deixarão de ser coletados e a empresa deixará de trabalhar com influenciadores ou celebridades, além de continuar se abstendo de promover seus produtos em escolas.

A empresa justifica a decisão pela exposição cada vez maior das crianças a conteúdos promocionais na internet. “É nosso objetivo continuar a reduzir a exposição das crianças à publicidade da indústria de alimentos e bebidas e, em vez disso, apoiar os pais”, disse o presidente de sorvetes da Unilever, Matt Close.

A mudança engloba, além da internet, fontes de mídia tradicionais, como televisão e publicidade impressa. Já a comunicação em pontos de venda continuará sendo feita de acordo com as leis específicas de cada país.

Sem "normal"

No fim de 2021, a Unilever anunciou que será a retirada do termo “normal” das embalagens e também da publicidade de seus produtos de beleza e cuidados pessoais.

De acordo com a empresa, isso faz parte do movimento global Beleza Positiva, que visa promover mudanças positivas tanto para as pessoas quanto para o planeta a partir de uma nova visão e estratégia para a categoria de beleza, higiene e cuidados pessoais.

A empresa se comprometeu também a não fazer qualquer alteração digital para modificar o tamanho, formato e/ou proporção do corpo e a cor da pele em fotos de anúncios, e vai trabalhar para aumentar cada vez mais a diversidade na propaganda de suas marcas. A expectativa é que em no máximo um ano não sejam mais encontrados produtos e campanhas com essas imagens e termos nas prateleiras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos