Mercado fechará em 6 h 21 min
  • BOVESPA

    121.974,35
    +1.268,45 (+1,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.829,31
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,81
    +0,99 (+1,55%)
     
  • OURO

    1.837,50
    +13,50 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    50.810,24
    +423,87 (+0,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.408,26
    +49,70 (+3,66%)
     
  • S&P500

    4.145,22
    +32,72 (+0,80%)
     
  • DOW JONES

    34.198,21
    +176,76 (+0,52%)
     
  • FTSE

    7.021,62
    +58,29 (+0,84%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.228,75
    +128,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3867
    -0,0258 (-0,40%)
     

Unidas, Copel e JHSF devem entrar em próximo rebalanceamento do Ibovespa, prevê BTG Pactual

Por Paula Arend Laier
·1 minuto de leitura

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - Estrategistas do BTG Pactual estimam a entrada das ações de Unidas, Copel e JHSF na composição do Ibovespa que entrará em vigor no próximo ano e terá a sua primeira prévia divulgada em 1º de dezembro.

Com essas adições, o Ibovespa passaria a ter 80 papéis de 77 empresas.

Em termos setoriais, eles avaliam que o setor financeiro excluindo bancos deve mostrar o maior ganho de participação graças ao aumento do peso de B3. Ações de empresas de aluguel de carros e logístas, bem como de serviços de utilidade pública também devem ganhar relevância com a entrada de Unidas e Copel.

Bancos devem ter peso reduzido, com a redução na representatividade de Itaú Unibanco e Bradesco, estima a equipe do BTG.

A B3 divulga regularmente três prévias das novas composições dos índices.