Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.996,13
    -105,86 (-0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.616,23
    -892,12 (-1,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,85
    -0,70 (-0,82%)
     
  • OURO

    1.831,20
    -11,40 (-0,62%)
     
  • BTC-USD

    38.316,25
    -4.304,21 (-10,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    897,93
    +655,25 (+270,01%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,02 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.438,50
    -402,50 (-2,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1904
    +0,0603 (+0,98%)
     

Unicórnio do social commerce: aporte eleva valor da Facily para US$ 1 bilhão

·2 min de leitura

A plataforma de social commerce Facily recebeu nesta quinta-feira (23) US$ 135 milhões (R$ 747 milhões) como uma extensão da rodada do tipo série D anunciada em novembro, que levantou US$ 250 milhões (R$ 1,3 bilhão). Com a captação, a empresa paulista alcançou a marca de US$ 1 bilhão (R$ 5,5 bilhões) de avaliação, tornando-se o primeiro unicórnio do setor na América Latina.

A rodada foi liderada pelos fundos Goodwater e Prosus, com a participação da Rise Capital, Emerging Variant, Tru Arrow e outros fundos. O aporte vai reforçar os investimentos da startup em logística e experiência do cliente, além de sustentar sua expansão no ano que vem.

A Facily (Android | iOS) é uma plataforma de social commerce que permite realizar compras em grupo para produtos de mercado, hortifruti, pet shops e eletrônicos. Ao realizar um pedido dessa forma, é possível pagar menos pelos itens em relação aos grandes mercados, além de combinar o recebimento nos pontos de retirada cadastrados na plataforma.

Ao realizar uma compra em grupo na Facily, é possível pagar menos pelos itens (Imagem: Reprodução/Gemma/Unsplash)
Ao realizar uma compra em grupo na Facily, é possível pagar menos pelos itens (Imagem: Reprodução/Gemma/Unsplash)

O objetivo da empresa é permitir que as famílias de baixa renda tenham acesso a produtos mais baratos. A companhia foi fundada por Diego Dzodan (ex-vice-presidente do Facebook na América Latina), Luciano Freitas e Vitor Zaninotto em 2018.

“A nossa missão está focada em fornecer aos nossos clientes produtos de alta qualidade com os preços mais baixos, alavancando a compra em grupo e de uma maneira muito eficiente”, disse Dzodan, atual CEO da Facily. “O apoio dos principais investidores na América Latina nos permitiu crescer exponencialmente em um curto período de tempo e o compromisso contínuo com nossa estratégia valida o enorme potencial de nosso modelo de negócios.”

O executivo acredita que ainda há uma vasta oportunidade de mercado para a Facily no Brasil, devido ao fato de as famílias das classes mais baixas sacrificarem grande parte de sua renda mensal com alimentação e devido às compras de mercado na internet serem mais caras que no presencial. “A Facily permite que muito mais consumidores participem do comércio eletrônico — a maioria dos que nunca fizeram compras online antes porque os custos eram proibitivos".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos